PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Cano inicia temporada no Vasco cobiçado e único estrangeiro remanescente

Germán Cano participou de treino de reconhecimento do gramado onde Vasco enfrentará a Caldense - Rafael Ribeiro / Vasco
Germán Cano participou de treino de reconhecimento do gramado onde Vasco enfrentará a Caldense Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/03/2021 04h00

Artilheiro e destaque do Vasco numa temporada em que nada deu certo e que culminou no rebaixamento à Série B do Brasileiro, o atacante Germán Cano dará o pontapé inicial para a temporada 2021 hoje (18), às 17h30, quando se juntará ao time cruz-maltino no duelo contra a Caldense, em Poços de Caldas (MG), válido pela primeira fase da Copa do Brasil.

O argentino é o único estrangeiro remanescente do elenco em relação à temporada passada, já que o volante argentino naturalizado chileno Léo Gil foi liberado para o Colo-Colo (CHI), o atacante colombiano Gustavo Torres teve seu contrato de empréstimo suspenso e o seu compatriota e melhor amigo do grupo, o meia Martín Benítez, está de malas prontas para o São Paulo.

No grupo atual, o atacante tem a companhia na língua espanhola do recém-promovido meia paraguaio Matías Galarza, de 19 anos, que foi pinçado para os profissionais para a disputa do Campeonato Carioca e que está sendo observado pelo técnico Marcelo Cabo.

Cano foi um dos pouquíssimos jogadores — da equipe que caiu — que terminou a temporada valorizado. O atacante tem recebido sondagens, mas até o momento, nenhuma que tenha agradado a ele e ao Vasco, que não descarta uma venda, mas somente se chegar algo vantajoso, já que Cabo deixou claro à diretoria que conta com o centroavante.

O atacante de 33 anos, que tem contrato até 31 de dezembro de 2021, está recuperado de uma lesão na coxa direita obtida na última rodada do Brasileiro passado, na vitória por 3 a 2 sobre o Goiás, onde fez um gol. Ele se reapresentou juntamente com o restante do grupo principal no último dia 8, mas ficou afastado para fazer tratamento e foi desfalque no empate em 2 a 2 com o Nova Iguaçu, no último sábado (13), pelo Estadual.

Vasco encara jogo como decisão

Apesar de ser apenas a primeira fase da Copa do Brasil, o Vasco encara a partida contra a Caldense como uma verdadeira decisão. O clube se encontra com salários atrasados e um avanço de fase representará premiação de R$ 675 mil.

Embora trate a Série B como prioridade na temporada, a diretoria tem a expectativa de chegar o mais longe possível na Copa do Brasil pois, a cada classificação, a bonificação aumenta. Atualmente, tal competição é a que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) distribui a premiação mais alta das competições nacionais.

O Vasco vive uma situação financeira difícil e tem precisado fazer cortes drásticos no orçamento. O principal reflexo foi a demissão de 186 funcionários. O clube estima uma perda de receita de cerca de R$ 100 milhões com a queda para a Série B.

Castan, Léo Matos e Zeca relacionados

Leandro Castan viajou com a delegação do Vasco para enfrentar a Caldense (MG) pela Copa do Brasil - Rafael Ribeiro / Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco
Leandro Castan viajou com a delegação do Vasco para enfrentar a Caldense (MG) pela Copa do Brasil
Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Outras novidades entre os relacionados para a partida de hoje, em Poços de Caldas (MG), são o zagueiro Leandro Castan, o lateral direito Léo Matos e o lateral Zeca.

Castan esteve na iminência de sair, mas como não chegou nenhuma proposta que agradasse, por enquanto, segue e conversa com a diretoria sobre uma renegociação de salário.

Léo Matos está recuperado da Covid-19, enquanto Zeca pode fazer sua estreia após ter sido anunciado como reforço. As outras contratações — o meia Marquinhos Gabriel e o zagueiro Ernando — já atuaram no empate em 2 a 2 com o Nova Iguaçu.

FICHA TÉCNICA:

CALDENSE x VASCO
Local:
Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)
Horário: 17h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias (SP)
Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

CALDENSE: João Paulo; Danilo Belão, Jonathan Costa, Guilherme Martins e Rafael Verrone; Gabriel Tonini, Lucas Silva, Bruno Oliveira e David Lazari; Rafael Peixoto e Amarildo. Técnico: Marcus Grippi

VASCO: Lucão; Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça (Leandro Castan) e Zeca; Bruno Gomes, Andrey e Marquinhos Gabriel (Juninho); Gabriel Pec, Germán Cano e Talles Magno. Técnico: Marcelo Cabo

Vasco