PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Novorizontino vence São Paulo e acaba com invencibilidade de Hernán Crespo

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

13/03/2021 18h32

Classificação e Jogos

O São Paulo foi derrotado por 2 a 1 para o Novorizontino, na tarde de hoje (13), e perdeu a invencibilidade no Campeonato Paulista 2021. Também foi a primeira derrota do técnico argentino Hernán Crespo comandando a equipe tricolor. O jogo, válido pela quarta rodada do Paulistão, foi disputado no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

Cléo Silva abriu o placar para o Novorizontino em um lance que gerou polêmica no final do primeiro tempo. Joao Rojas igualou o marcador no começo da segunda etapa, mas Guilherme Queiroz garantiu o triunfo para o mandante. Nos acréscimos, o São Paulo ainda reclamou de um pênalti não marcado em cima de Luciano.

Com o resultado, o Tricolor paulista segue na primeira colocação do Grupo B, com sete pontos conquistados, mesmo número da Ferroviária, que enfrentará o Palmeiras amanhã (14), no Allianz Parque. O Novorizontino chega a cinco pontos e ocupa a vice-lanterna do Grupo C.

O próximo jogo do São Paulo está marcado para o dia 20, contra o Palmeiras. No entanto, o governo do estado decretou a paralisação do futebol em território paulista por 15 dias, até 30 de março. A FPF (Federação Paulista de Futebol) cogita deslocar as partidas para Minas Gerais, mas vai tentar reverter a decisão na próxima segunda-feira (15), em reunião às 9h (de Brasília).

Quem foi bem: Joao Rojas

Joao Rojas mudou a forma de atuar do São Paulo no segundo tempo da partida contra o Novorizontino. O equatoriano substituiu Rodrigo Freitas e deu movimentação ao setor ofensivo, com bons passes e velocidade. O estrangeiro se tornou peça fundamental na equipe e balançou a rede no segundo tempo. Ele contou com cruzamento de Igor Vinícius para estufar a rede de cabeça. Foi seu segundo gol na temporada. Ele já havia marcado em cobrança de pênalti diante da Inter de Limeira.

Quem foi mal: Reinaldo

Costumeiramente uma alternativa para o jogo do São Paulo pelo lado esquerdo do gramado, Reinaldo não teve uma boa atuação na tarde de hoje (13). O lateral esquerdo foi facilmente marcado pela equipe adversária e pouco acrescentou no jogo disputado no estádio Jorge Ismael de Biasi. Ele ainda cometeu uma falha que culminou no gol de Guilherme Queiroz no segundo tempo da partida.

Improvisado na zaga, Luan tem dificuldade para iniciar jogadas

Escalado como terceiro zagueiro no jogo de hoje, o volante Luan não conseguiu dar início às jogadas na partida contra o Novorizontino. Acostumado a jogar no meio de campo, ele falhou ao buscar passes na direção dos meio-campistas. A sua principal atribuição foi reforçar a marcação ao lado de outros dois defensores — Bruno Alves e Rodrigo Freitas. O volante encontrou dificuldades para render o que se esperava dele na função.

Lance entre Luciano e Giovanni gera revolta do São Paulo com VAR

Uma dividida entre Luciano e Giovanni aos 45 minutos do segundo tempo gerou revolta do São Paulo. Na ocasião, o atacante foi derrubado pelo goleiro do Novorizontino, e o VAR não recomendou a revisão do lance, situação que incomodou o Tricolor paulista. Os jogadores se irritaram com a árbitra Edina Alves Batista, que nem sequer foi ao monitor para avaliar a jogada.

Atuação do Novorizontino

Inteligente na marcação, o Novorizontino se fechou durante toda a partida e tentou sair em contra-ataques. Embora fosse o mandante do duelo, o time do interior paulista apostou na forte marcação sobre o São Paulo para tentar levar perigo ao gol de Tiago Volpi em jogadas de velocidade. O time contou com um lance deste tipo para abrir o placar com Cléo Silva. Na volta do intervalo, com a vantagem no marcador, a equipe seguiu fechada atrás para buscar contra-ataques.

Atuação do São Paulo

O São Paulo teve mais posse de bola durante toda a partida. No entanto, adotou uma postura previsível na saída de bola e encontrou dificuldades para criar chances de gol. O time comandado por Crespo tentou utilizar a qualidade dos três defensores — Luan, Rodrigo Freitas e Bruno Alves — para iniciar as jogadas. Porém, com lentidão, não conseguiu furar o bloqueio do Novorizontino no primeiro tempo. Os meio-campistas também tiveram dificuldade na forte pressão adversária. O mau desempenho no primeiro tempo fez com que Crespo optasse pela entrada de Joao Rojas na vaga de Rodrigo Freitas ainda no intervalo. Com a modificação, o São Paulo passou a adotar uma nova formação, com Bruno Alves e Luan na zaga, Luciano na ponta esquerda e Joao Rojas pelo lado direito. O esquema deixou o time mais ágil e com liberdade para chegar ao ataque. Não à toa o time buscou o empate com o equatoriano.

Cronologia do jogo

Cléo Silva balançou a rede aos 46 minutos do primeiro tempo. O atacante aproveitou sobra em dividida entre Jenison e Bruno Alves para estufar a rede de Tiago Volpi. O lance deu a vantagem ao time visitante no fim da primeira etapa.

Joao Rojas empatou o marcador aos 11 minutos do segundo tempo. Igor Vinícius recebeu de Luciano na ponta direita e cruzou para o atacante marcar de cabeça.

Guilherme Queiroz definiu o triunfo do Novorizontino aos 37 minutos do segundo tempo após falha de Reinaldo. O lateral recuou mal a bola na defesa e deixou o atacante livre para chutar forte em cima de Tiago Volpi, que não conseguiu evitar o gol.

FICHA TÉCNICA:

NOVORIZONTINO x SÃO PAULO
Motivo
: 4ª rodada do Paulista 2021
Local: estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP)
Data: 13 de março de 2021 (sábado)
Horário: às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Alex Alexandrino (SP)
VAR: Adriano de Assis Miranda (SP)

Gols: Cléo Silva, aos 46 minutos do 1º tempo (0-1); Joao Rojas, aos 11 minutos do 2º tempo (1-1); Guilherme Queiroz, aos 38 minutos do 2º tempo (2-1)

NOVORIZONTINO: Giovanni; Felipe Rodrigues, Robson, Bruno Aguiar e Paulinho; Barba (Willean Lepo), Léo Baiano (Adilson Goiano), Cléo Silva (Ricardo Luz) e Murilo Rangel (Douglas Baggio); Danielzinho e Jenison (Guilherme Queiroz). Técnico: Leonardo Condé.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Rodrigo Freitas (Joao Rojas), Luan e Bruno Alves; Igor Vinícius, Daniel Alves, Rodrigo Nestor (Tchê Tchê), Gabriel Sara (Vitor Bueno) e Reinaldo; Luciano e Pablo. Técnico: Hernán Crespo.

Futebol