PUBLICIDADE
Topo

Santos

'Não ter torcida nos favoreceu', revela Marinho sobre semi na Bombonera

Marinho tenta se livrar da marcação de Fabra durante Boca Juniors x Santos na Copa Libertadores - Agustin Marcarian-Pool/Getty Images
Marinho tenta se livrar da marcação de Fabra durante Boca Juniors x Santos na Copa Libertadores Imagem: Agustin Marcarian-Pool/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/03/2021 15h28

Marinho foi eleito pelo 'El País' o 'Rei da América' de 2020. Em entrevista após a premiação, o atacante do Santos recordou a semifinal da Libertadores contra o Boca Juniors e disse que a equipe brasileira teve um 'ponto a favor' que foi a ausência da torcida na La Bombonera.

"Claro, eu acho que sem torcedores você perde muito. Principalmente quando você joga contra o Boca Juniors na Bombonera, que é um estádio muito lotado, onde a torcida do Boca impressiona, o estádio vibra. As pessoas sabem que você perde muito sem a torcida ", disse ele.

Ainda no assunto, o jogador santista viu o empate em 0 a 0 como um placar fundamental para garantir a classificação no jogo de volta, no Brasil, que terminou em 3 a 0 para os comandados de Cuca, na ocasião.

"Foi um diferencial jogar na Bombonera, contra um grande time, o Boca dificilmente perdeu em casa com sua torcida. Foi um fato que nos favoreceu", acrescentou.

Após eliminar o Boca Juniors, o Santos jogou a final da competição com o Palmeiras e perdeu por 1 a 0 no Estádio do Maracanã.

Santos