PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Grêmio goleia o Ayacucho e encaminha vaga na próxima fase da Libertadores

Diego Souza comemora gol do Grêmio contra o Ayacucho-PER, pela Libertadores - Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Diego Souza comemora gol do Grêmio contra o Ayacucho-PER, pela Libertadores Imagem: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

10/03/2021 23h23

Classificação e Jogos

O Grêmio goleou o Ayacucho-PER por 6 a 1, hoje (10), na Arena, em jogo de ida pela primeira eliminatória da fase preliminar da Libertadores. Os gols foram marcados por Diego Souza, três vezes, Ferreira, Guilherme Azevedo e David Braz. Quina fez o gol do Ayacucho. O resultado encaminha vaga na segunda fase.

O jogo de volta será na próxima terça-feira (16), em Quito, no Equador. O duelo trocou de cidade em razão das restrições impostas pela pandemia de novo coronavírus. Nele, o Grêmio pode até mesmo perder por quatro gols que ainda assim estará classificado. O saldo qualificado está presente no regulamento.

O rival seguinte sairá do duelo entre Unión Espanhola e Independiente del Valle. No jogo de ida, os chilenos venceram por 1 a 0.

Foi bem: Diego Souza faz três gols

Se o Grêmio não tinha dificuldade alguma, coube a Diego Souza simbolizar isso. No primeiro tempo, o centroavante fez dois gols, um de pênalti e um em jogada individual. No segundo tempo, entrou driblando na área rival e marcou um golaço.

Foi mal: Vanderlei pouco toca na bola, mas falha

Vanderlei sequer tinha tocado na bola até os 19 minutos de jogo, quando recebeu um recuo e deu sequência à jogada. Mas quando foi exigido, apenas uma vez, no primeiro tempo, ainda falhou. Um cruzamento teve erro no cálculo da trajetória da bola e por pouco o Ayacucho não marcou numa das poucas vezes em que chegou ao campo de ataque. No segundo tempo, novamente o ex-santista errou num cruzamento, e desta vez o Ayacucho marcou.

Ferreira abre defesa a dribles e Pinares também vai bem

Personagens da partida, Ferreira e Pinares conseguiram mostrar futebol. Mesmo que o rival fosse fraco, ambos tiveram boas atuações no meio-campo gremista. O primeiro, além de um gol, não se cansou de driblar e abriu a defesa rival. Já o chileno deu assistência e foi importante ao distribuir as jogadas na criação ofensiva.

O jogo do Grêmio: Superioridade imensa e facilidade evidente

O Grêmio foi muito superior ao Ayacucho. Desde o primeiro minuto de jogo, apenas o time brasileiro atacava. Melhor individualmente, fisicamente, taticamente, a equipe de Renato Gaúcho só não fez mais gols porque diminuiu o ritmo. Antes de cinco minutos já estava na frente, virou o primeiro tempo vencendo por 4 a 0, só levou um gol quando se desligou da partida, mas terminou o jogo com superioridade intacta.

O jogo do Ayacucho: Fraco tecnicamente, peruanos só observam

O Ayacucho esteve abaixo da expectativa. Muito fraco tecnicamente, repetindo erros de domínio, passes, sem qualquer solução de jogada, a equipe apenas observou o Grêmio empilhando gols e chances. Com jogadas pitorescas, como uma tentativa de chute a gol da intermediária ou um escanteio com erro em bola, a equipe jamais esteve perto de igualar forças e acabou vítima fácil na Arena, ainda que tenha marcado um gol e reclamado um pênalti.

Grêmio iguala maior goleada de sua história na Libertadores

Com placar de 6 a 1 contra o Ayacucho, o Grêmio igualou sua maior goleada na história da Libertadores. Em 1984, o time tricolor tinha aplicado os mesmos 6 a 1 no Universidad Los Andes, de Merida, na Venezuela.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 6 X 1 AYACUCHO-PER

Data: 10/03/2021 (Quarta-feira)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Augusto Aragon
Auxiliares: Byron Romero e Andres Tola
Cartões amarelos: Salazar, Firpo, Mendieta (AYA);
Gols: David Braz, do Grêmio, aos 4 minutos do primeiro tempo; Ferreira, do Grêmio, aos 27 minutos do primeiro tempo; Diego Souza, do Grêmio, aos 33 e aos 40 minutos do primeiro tempo, e aos 40 minutos do segundo tempo; Quina, do Ayacucho, ao 28 minutos do segundo tempo; Guilherme Azevedo, do Grêmio, aos 33 minutos do segundo tempo;

GRÊMIO
Vanderlei; Vanderson, David Braz, Paulo Miranda e Diogo Barbosa (Cortez); Maicon (Guilherme Azevedo), Matheus Henrique (Lucas Silva), Alisson (Isaque), Pinares (Thaciano) e Ferreira; Diego Souza.
Técnico: Renato Gaúcho.

AYACUCHO-PER
Cavalloti; Aldair Salazar (Lavandeira), Carlos Beltrán, Minzum Quina e Jesús Mendieta (Aguirre); Guillermo Firpo, Leandro Sosa e Paucar (Aoki); Robert Ardiles (Villamarín), Posito (Regalado) e Othiel Arce.
Técnico: Walter Fiori

Grêmio