PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Weverton defende Paulo Victor, mas vê 'bolas defensáveis' em final

Goleiro Paulo Victor, do Grêmio, faz bela defesa após chute de jogador do Palmeiras - Ettore Chiereguini/AGIF
Goleiro Paulo Victor, do Grêmio, faz bela defesa após chute de jogador do Palmeiras Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/03/2021 12h57

O goleiro Weverton, do Palmeiras, defendeu Paulo Victor, colega de posição do Grêmio, que foi alvo de críticas após a vitória do clube alviverde sobre o time gaúcho por 2 a 0 na final da Copa do Brasil, ontem.

Weverton disse que talvez o Palmeiras tenha feito os dois gols em "bolas defensáveis", mas defendeu que apenas os goleiros sabem como é difícil defender cada finalização, ainda mais quando os chutes são próximos do gol.

"É muito difícil trocar goleiro em época de decisão. Eu gosto sempre de jogar porque eu entendo que é melhor para o goleiro. Tem coisas que só acontecem no jogo. A gente treina muitas situações, mas só jogando você se prepara para o que acontece no jogo. É difícil eu falar de um companheiro de profissão", disse o goleiro em entrevista ao Jogo Aberto, da TV Band.

"O Paulo Victor sabe onde pode melhorar. Talvez sejam sejam bolas defensáveis e ele sabe disso, mas é difícil de falar. Só quem está no gol sabe como é difícil segurar. Tem que esperar até o último momento o que o atacante vai fazer e ele vai chegando perto. Ser goleiro é cruel, às vezes, é uma profissão de risco, a gente gosta da adrenalina", finalizou.

Palmeiras