PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Perrone: "Palmeiras colhe agora os frutos do investimento na base"

Do UOL, em São Paulo

08/03/2021 04h00

Wesley, Patrick de Paula, Gabriel Menino. Muito do sucesso do Palmeiras em campo nesta temporada passou pelos pés deles e de outros garotos revelados pelo clube. A valorização dos jovens talentos, em processo iniciado por Vanderlei Luxemburgo e continuado por Abel Ferreira, teve importância fundamental nas conquistas dos títulos da Libertadores, da Copa do Brasil e do Paulistão.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Alícia Klein, José Trajano e Ricardo Perrone - o bom trabalho desenvolvido nas categorias de base mereceu elogios e foi apontado como um dos principais fatores para o sucesso atual do Palmeiras - e que não é algo feito por acaso.

"Em 2017, 2018 e 2019, o Palmeiras investiu R$ 90 milhões nas categorias de base, um aumento de 50% em relação aos três anos anteriores. Trata-se de um processo de reformulação que começou em 2015. Fizeram um trabalho lá atrás e estão colhendo os frutos agora", explicou Perrone.

Apesar da provocação dos rivais pelo fato de o Palmeiras nunca ter conquistado o título da Copa São Paulo de Juniores, o clube alviverde tem acumulado conquistas no futebol de base. São quatro títulos paulistas sub-20 seguidos (2017/18/19/20), um Brasileiro sub-20 (2018), uma Copa do Brasil sub-20 (2019), além de taças em outras categorias nos últimos anos.

"Antes, havia essa coisa da Copinha, mas agora não. Os jogadores vêm campeões, vencedores, passaram por decisões. Sentiram o peso da camisa do Palmeiras nas divisões de base. Foi um ano em que o Palmeiras não investiu um caminhão de dinheiro. Parte da decisão de trazer o Abel foi usar a base. E ele fez o que fez. É uma sensação de que o time é encorpado. Não foi acidente", analisou Klein.

Trajano concorda. "O Palmeiras, desde muito tempo, tinha uma fama de não aproveitar jogadores da base. Gastava dinheiro com jogadores de nome. A coisa se inverteu. Houve a revelação de vários talentos e o clube é campeão de tudo na base. Não é só que pintou um jogador ou outro", disse.

Uma das crias da base palmeirense ganhou elogios de Klein. "Acho que o Wesley se encaixa muito bem no jogo do Abel. A volta dele fez muito bem ao time. Ele não tem medo de pedir a bola. Essa combinação de jovens com a experiência de um Felipe Melo foi uma das diferenças no meio-campo do Palmeiras", comentou.

Autor de um dos gols na vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio no Allianz Parque, Wesley sofreu uma grave lesão no joelho durante a partida contra o Red Bull Bragantino pela Copa do Brasil. O atacante foi operado e a estimativa era de que ele ficaria afastado dos gramados por pelo menos quatro meses.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol