PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Guardiola repete Klopp e diz que não vai liberar atletas para seleções

Pep Guardiola, treinador do Manchester City - Peter Powell/EFE
Pep Guardiola, treinador do Manchester City Imagem: Peter Powell/EFE

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/03/2021 12h39

Pep Guardiola repetiu Jurgen Klopp e Ole Gunnar Solskjaer ao comentar sobre a possibilidade de ceder jogadores para suas respectivas seleções. No ponto de vista do comandante do Manchester City, não faz sentido algum 'perder' os jogadores em um momento tão crucial da temporada, que entra na reta final do Campeonato Inglês e da Liga dos Campeões.

"Não faz sentido ir (para as seleções) e voltar para um isolamento de 10 dias sem treinamento enquanto estaremos jogando pela Premier League e, possivelmente, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Se eles não puderem fazer parte desses jogos, eles não vão viajar (para suas seleções). Não sei o que vai acontecer, mas eles não irão, isso é certeza", declarou o técnico.

Ainda ao analisar o cenário, Pep afirmou que só abrirá exceção para que seus atletas defendam suas seleções caso a Fifa ou a Uefa intercedam para evitar que a equipe seja desfalcada na reta final da temporada.

"Nós seguimos o protocolo por oito, nove meses, o país está fechado, os restaurantes estão fechados, as pessoas ficam em uma bolha e só saem do clube para casa, de casa para o clube, somos testados a cada dois dias e, depois disso tudo, no momento mais importante da temporada, deixamos os atletas irem sem sabermos o que vai acontecer? Esses países estão na zona vermelha por decisão do governo, o que os deixaria fora das competições por 15 ou 20 dias enquanto jogamos a cada três dias. Eles não vão viajar."

O técnico ainda explicou que sua decisão não é a que mais lhe agrada, já que entende a importância das convocações para os jogadores.

"Nós queremos deixa-los ir, sei como é importante para eles. Eu nunca vou proibir um jogador de representar seu país e se preparar para uma Copa América ou Eurocopa. Mas não faz sentido ir agora."

Esporte