PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Pai de Rodrigo Varanda imaginava gol do filho no Dérbi: 'Seria emocionante'

Rodrigo Varanda e Rogério Varanda, filho e pai, durante a infância do hoje destaque do Corinthians  - Arquivo pessoal
Rodrigo Varanda e Rogério Varanda, filho e pai, durante a infância do hoje destaque do Corinthians Imagem: Arquivo pessoal

Yago Rudá

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/03/2021 04h00

Classificação e Jogos

A noite de ontem foi especial para Rodrigo Varanda, jovem revelação das categorias de base do Corinthians. Em seu segundo jogo como profissional, o atacante marcou o gol que garantiu o empate ao Timão no clássico com o Palmeiras na Neo Química Arena e saiu de campo muito elogiado. Pai do jogador, Rogério Varanda havia profetizado a boa atuação do garoto dias antes.

"Todos os jogos são importantes, mas um Corinthians x Palmeiras tem um peso muito grande para os dois clubes. Espero que o Rodrigo possa entrar em campo, fazer um bom jogo e quem sabe fazer um gol. Já pensou? Seria muito emocionante vê-lo marcar no nosso estádio ainda mais contra o Palmeiras", afirmou Rogério, corintiano de carteirinha e pai da mais nova revelação do clube do Parque São Jorge, em entrevista ao UOL Esporte na última segunda.

Rodrigo Varanda chegou ao Corinthians aos seis anos de idade após ser levado pelo pai a uma peneira no futsal do Timão. Aprovado, o jogador passou a frequentar o clube e três anos depois teve sua primeira experiência no futebol de campo. Dos nove aos 14 anos, o atacante treinava em dois períodos enquanto dividia as atenções com a escola.

A aposta no sucesso do garoto era tanta que a família optou em deixar o bairro Cidade Soberana, em Guarulhos, para ir morar perto do Parque São Jorge (zona leste da cidade de São Paulo), onde reside até hoje. Tudo para facilitar a vida do atacante, que vinha despontando como um dos destaques das categorias de base do Corinthians.

"Eu trabalhava como vendedor no farol ali do Parque São Jorge. Eu vendia carregador de celular, vendia fruta, vendia artigo de época, eu vendia de tudo ali na entrada do clube. Como eu precisava voltar para Guarulhos todos os dias para trazer o Rodrigo para o treino no Corinthians, a gente se mudou para ficar mais fácil para ele", explicou o orgulhoso pai do jogador.

A decisão deu certo. Neste ano, o técnico Vagner Mancini convocou o jogador para um período de testes no CT Joaquim Grava. O rendimento de Rodrigo Varanda foi muito elogiado e o atacante já foi titular logo na estreia do Campeonato Paulista, contra o Red Bull Bragantino, no último fim de semana. Ontem, repetiu a dose, marcou no clássico diante do Palmeiras e foi muito elogiado pelo treinador do Timão.

"Temos o Rodrigo fazendo dois belos jogos. No jogo de estreia ele também foi muito bem. É um atleta que chegou para nós do sub-17, é bom dizer que ele não fez nenhuma partida no sub-20. Eu gosto desse tipo de desafio. Todo mundo chega no momento certo e na hora certa em todos os momentos do futebol", elogiou Mancini.

Corinthians