PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Pablo minimiza protesto feito pela torcida do São Paulo: "faz parte"

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

03/03/2021 19h42

Classificação e Jogos

A delegação do São Paulo foi recebida com protesto no Estádio Major José Levy Sobrinho, antes da goleada por 4 a 0 sobre a Inter de Limeira, na tarde de hoje (3). Na ocasião, alguns torcedores atiraram pipoca contra o ônibus do clube. Pablo diz não ter visto o ato, mas minimiza e entende que é uma ação válida.

"Eu particularmente não vi, escutei fogos e não sabia de quem era, mas faz parte. Quando eu cheguei aqui, em 2019, já tinha falado isso: quanto mais o tempo passar e o time não conquistar títulos, mais a torcida vai cobrar. Estivemos muito perto na temporada passada e deixamos escapar. Uma equipe como o São Paulo está acostumada a vencer títulos e vamos tentar conquistar títulos pelo São Paulo", disse o atleta, autor de um dos gols do Tricolor paulista.

A reclamação dos torcedores se deu por causa do desempenho do clube na temporada passada. Depois de liderar o Brasileirão com sete pontos de vantagem para o segundo colocado, em dezembro passado, o São Paulo terminou a competição na quarta posição e viu o Flamengo se sagrar campeão.

A chance de título desperdiçada ampliou o jejum do Tricolor paulista para oito temporadas. O clube não sabe o que é vencer um título desde 2012. A última conquista foi a Copa Sul-Americana, em dezembro daquele ano, sobre o Tigre, da Argentina.

São Paulo