PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atacante na infância, goleiro do Atlético-MG quase começou no Santos

Matheus Mendes se destacou pelo CSA na temporada passada e pode ter oportunidade no Galo após aposentadoria de Victor - Pedro Souza/Atlético-MG
Matheus Mendes se destacou pelo CSA na temporada passada e pode ter oportunidade no Galo após aposentadoria de Victor Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

03/03/2021 04h00

Classificação e Jogos

O calendário do Atlético-MG em 2021 será recheado, já que a equipe disputará o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil, o Brasileirão e a Copa Libertadores. Com inúmeros compromissos ao longo da temporada, o treinador que chegar para assumir o time precisará ter à disposição um elenco "encorpado" por causa das viagens, do desgaste físico e ausências que acontecem normalmente nas equipes por lesões. E é por isso que o jovem Matheus Mendes deseja permanecer no Galo, para ser uma das opções quando necessário.

Com a aposentadoria de Victor, que pendurou as luvas no fim de semana passado e assumiu a gerência de futebol do Atlético-MG, Mendes, de apenas 21 anos, tem a chance de reforçar o elenco atleticano. Na temporada passada, ele se destacou na Série B do Nacional ao ser emprestado ao CSA.

"Existe, sim, uma possibilidade de novo empréstimo, mas pode ser que eu siga no Atlético-MG também. Pela temporada que fiz no ano passado no CSA, está surgindo muita coisa [consultas e propostas]. Mas eu deixo essas coisas com os meus empresários, com o Galo, e até o fim deste mês acredito que tudo se resolva. Estou focado nos treinos, trabalhando. É muito importante para mim ter a oportunidade de participar desse elenco", disse, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

O Juventude é uma das equipes que mostrou interesse em Matheus Mendes. O clube gaúcho conquistou o acesso à Série A e jogará a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro em 2021.

História no futebol

Bem jovem ainda, Matheus Mendes cresceu na cidade de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce mineiro. Porém, antes de chegar ao Galo, o atleta por pouco não parou nas categorias de base do Santos. As dificuldades que a vida impõe para quem está começando no futebol impediram o garoto, à época, de seguir o caminho para virar um Menino da Vila.

"Lembro que teve uma peneira do Santos lá em Governador Valadares e eu passei. Me chamaram para ir para Santos para outro teste, e passei também. Mas, por causa da logística, moradia, meus pais não podiam mudar para São Paulo, aí eu voltei. Uma semana depois, fiz um teste no Atlético-MG e passei também, onde estou até hoje, graças a Deus", contou Mendes, que disse ter origens como atacante antes de virar goleiro.

"Comecei jogando em uma escolinha no Clube Filadélfia, no futsal. Comecei bem novo, mas eu era atacante e disputei alguns campeonatos nessa posição. Depois, eu fui para o gol. Lembro que falei com a minha mãe que eu queria parar de jogar bola, mas ela me incentivou a continuar, pediu para não parar. Eu sempre gostei de brincar no gol e acabei virando goleiro ainda no futsal. Me destaquei no gol, inclusive, e fiz a transição da quadra para o campo. É complicado, porque o gol é muito maior no campo em relação à quadra. Me adaptei rápido e hoje estou no Atlético-MG", revelou.

Inspirações: Victor, Alisson e Ederson

Matheus Mendes é um fã assumido de Victor, ídolo e considerado por muitos o maior goleiro da história do Atlético-MG. Além do ex-camisa 1 atleticano, Mendes assumiu ter admiração forte por dois atletas da seleção brasileira.

"O Victor é um cara sensacional, sempre me ajudou desde que subi da base com palavras, com incentivo, uma pessoa que sempre está junto no dia a dia, muito bacana mesmo. A torcida do Atlético-MG tem só o que agradecer por tudo o que ele fez pelo clube, por todas as conquistas que ele teve aqui. Sempre me inspirei nele, não só pelo que fez dentro de campo, mas pelo comportamento fora das quatro linhas", comentou.

"Gosto muito dos goleiros brasileiros, o Alisson [Liverpool], o Ederson [Manchester City], que possuem muita técnica também e me inspiro bastante neles", completou.

Expectativa para a temporada

Por ter feito uma temporada destacada no CSA entre 2020 e o começo de 2021, Matheus Mendes despertou atenção de outros clubes. Entretanto, a vontade do jogador é permanecer na Cidade do Galo e ter oportunidade de fazer parte do forte grupo que está sendo montado no clube.

"Expectativa para 2021 é bem grande, muito boa por causa da temporada passada que eu fiz. Me destaquei com grandes jogos, com defesas importantes e ajudando o CSA a sair de uma situação complicada, última colocação da Série B. Lutamos pelo acesso [à elite do Brasileirão] até a reta final do campeonato. Por isso, a expectativa que tenho é boa. Pelo calendário brasileiro, com inúmeros campeonatos, pode ser que surja uma oportunidade e espero ganhar uma chance para mostrar o meu trabalho para a torcida atleticana", finalizou.

Atlético-MG