Topo

Eliminatórias: pandemia pode limitar lista de Tite a só quem joga no país

Gérson, meio-campista do Flamengo, vive a expectativa de convocação na próxima sexta-feira (5) Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

02/03/2021 12h00

Classificação e Jogos

As restrições de viagens impostas por países europeus em meio ao agravamento da pandemia criaram um impasse na convocação da seleção brasileira para as duas próximas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar, contra Colômbia e Argentina. O atual cenário abre a possibilidade até mesmo de uma lista de convocados fora do padrão, somente com jogadores que atuam no Brasil.

Clubes de Alemanha, Inglaterra e Itália não pretendem liberar seus jogadores. Eles devem usar uma prerrogativa da Fifa, que recentemente determinou a não obrigatoriedade de liberação em caso de restrições de fronteira ou de viagem para países que prevejam pelo menos cinco dias de quarentena. A entidade ainda não se posicionou sobre este caso específico, o que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aguarda. Dos 23 convocados originais para os dois últimos jogos da seleção, 11 eram destes países.

Enquanto uma flexibilização em caráter de exceção com apoio institucional da Fifa não se concretiza, Tite e seus auxiliares trabalham com diversas possibilidades. Uma delas é a eventualidade de só convocar jogadores de países como Espanha, França e Portugal, excluindo os mais restritivos, e outra é a convocação somente de jogadores que atuam no Brasil.

Apresentação do grupo deve ser em 22/3 Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Com 129 dias entre o jogo da quarta rodada —vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai em novembro de 2020— e o próximo confronto pelas Eliminatórias, a comissão técnica da seleção intensificou observações e estudos sobre jogadores no radar de Tite, como mostrou o UOL. Este radar inclui desde jogadores frequentemente convocados até nomes que jamais apareceram nas listas. Já as observações são feitas por meio de jogos ao vivo na TV, vídeos, recortes de plataformas de análise de desempenho, conversas com profissionais próximos aos atletas e observações in loco no Brasil.

Entre os nomes que podem ganhar espaço estão Claudinho (Red Bull Bragantino), Edenilson (Internacional), Gérson (Flamengo) e Marinho (Santos), todos bem avaliados internamente. Entre os que jogam fora, Lucas Veríssimo (Benfica) e Lucas Paquetá (Lyon) também têm recebido elogios.

O Brasil enfrenta a Colômbia em 26 de março, em Barranquilha, e depois embarca para o Recife, onde recebe a Argentina no dia 30, na Arena Pernambuco. Os jogos valem pela quinta e sexta rodadas das Eliminatórias, respectivamente. A equipe dirigida por Tite venceu os quatro jogos até agora.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Eliminatórias: pandemia pode limitar lista de Tite a só quem joga no país - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Futebol