PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel Ferreira diz que Palmeiras foi "justo vencedor" e cita papo com Luan

Do UOL, em São Paulo

01/03/2021 00h07

Abel Ferreira considera que o Palmeiras mereceu a vitória por 1 a 0 no Grêmio, na primeira final da Copa do Brasil. Depois de abrir o placar e criar chances para ampliar, o time acabou sofrendo pressão na Arena Grêmio pela expulsão de Luan, aos 18 minutos do segundo tempo.

O técnico disse que conversou com o zagueiro no vestiário e evitou castigá-lo pela cotovelada que acertou em Diego Souza.

"São situações que acontecem no jogo. Eu já tive a oportunidade de falar com o Luan, sei que os jogadores querem proteger a bola, sei que vão dizer que foi imprudente, mas sei como são estes lances. Eu penso que o time soube compensar com menos um. Compensamos no jogo interior, nosso adversário cruzou muitas bolas. O adversário buscou mais jogos de laterais e cruzar. Quando a bola está na área, a bola pinga, pode sobrar para qualquer um. Mas na minha opinião mesmo aí tivemos consistentes", afirmou.

"Foram duas grandes equipes, o jogo se decide em duas partes. Estamos na primeira. Neste momento estamos em vantagem, mas temos de seguir alertas, nada nos garante nada. Temos de pensar nas nossas tarefas. Na minha opinião entramos muito bem, já criamos muito perigo no primeiro lance. Mas o Grêmio como é uma boa equipe respondeu, atacou com a sua qualidade. Fizemos um jogo muito consistente, creio que as melhores chances foram nossas. Mesmo depois do gol tivemos do Luiz Adriano, que me pareceu em condição, e outra muito clara do Rony. Falta um pouco de calma, porque na zona quente, da área, temos de ter gelo para com tranquilidade e eficácia empurrar a bola", completou.

Com o triunfo por 1 a 0 fora de casa, o Verdão agora joga por um empate no domingo que vem (7), no Allianz Parque. Diferentemente da Libertadores, o gol fora de casa não é critério de desempate — ou seja, se o Grêmio vencer a volta por um de diferença, a final irá para os pênaltis.

Palmeiras