PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Menon: "São Paulo teve pequeno avanço, mas vai precisar contratar"

Do UOL em São Paulo

01/03/2021 04h00

Classificação e Jogos

O São Paulo estreou no Campeonato Paulista neste domingo (28) e tropeçou no Botafogo de Ribeirão Preto. O empate por 1 a 1 no Morumbi marcou a estreia do técnico Hernán Crespo, que logo no seu primeiro jogo à frente do Tricolor teve uma amostra das dificuldades com as quais terá que lidar na temporada.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Alícia Klein, Menon e Renato Maurício Prado - o início da trajetória de Crespo foi discutido. Apesar do pouco tempo de trabalho, já deu para perceber quais pontos ele precisará corrigir na equipe.

"O São Paulo domina o jogo e leva um gol de contra-ataque nas costas do Reinaldo. Isso acontece há muito tempo. O Crespo tentou jogar com três zagueiros, com o Leo cobrindo o Reinaldo. Não deu certo. É um problema que precisa resolver. O São Paulo jogou com muitos cruzamentos para um ataque que não tem um grande cabeceador. Vai ter que contratar. Teve um pequeno avanço no jogo pelas laterais. O Bruno Rodirgues foi meio ciscador, mas é uma opção porque não tem nada pelos lados. O Galeano foi muito esperto, rápido", analisou Menon, citando dois atacantes que entraram durante a partida.

Alicia viu uma participação maior de Daniel Alves na criação de jogadas no meio-campo, o que é algo positivo. "Ele foi bem. Deu uma renascida e pode ser um bom sinal de que terá uma forma mais solta de jogar com Crespo", disse.

Menon concorda, mas ainda acha que o São Paulo precisa de reforços para o elenco. "O que tem de lucidez no São Paulo hoje é com Daniel Alves. O pouco de criatividade do time é com ele. O São Paulo tem que ter um lateral-direito. O Igor Vinicius, na hora de decidir, se confunde. É o início de trabalho. Crespo teve dois treinos. Precisa esperar pra falar alguma coisa", concluiu.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol