PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente do Benfica garante permanência de Jesus: 'Vitorioso'

Jorge Jesus durante a partida entre Benfica e Arsenal pela Liga Europa - REUTERS/Alkis Konstantinidis
Jorge Jesus durante a partida entre Benfica e Arsenal pela Liga Europa Imagem: REUTERS/Alkis Konstantinidis

Do UOL, em São Paulo

28/02/2021 17h04

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, afirmou que Jorge Jesus conta com todo apoio da diretoria da equipe mesmo depois da série de resultados negativos na temporada.

"Jesus vai continuar. Mas tem que sair? Não é competente? Todos diziam que Jesus tinha que vir para o Benfica, que foi quem deu o melhor futebol ao Benfica. Até as outras listas o apoiavam. Já deu provas neste clube, 12 títulos, o mais vitorioso. Defendo Jorge Jesus mas ele não precisa, tem 12 títulos", disse, em entrevista à Benfica TV.

Em cinco oito meses no Benfica, o técnico português acumula cinco duras eliminações: derrotas nos playoffs da Supercopa Portuguesa, na semifinal da Taça da Liga e um amargo vice-campeonato no Português. A pressão cresceu após a eliminação contra o Arsenal, na segunda fase da Liga Europa.

"O Jorge disse que era o responsável, não fugiu de nada até oje. E eu não preciso defender a posição dele. Ele já deu mais do que provas da sua qualidade como treinador. É um ganhador, um profissional extraordinário. Chega cedo, sai tarde. A derrota com o Arsenal está atravessada, ele nessa noite nem dormiu. Aquilo o marcou tanto, da maneira como foi. Ficou atravessado", prosseguiu.

Vieira questionou ainda o tom das cobranças sobre a equipe. "É revoltante a pressão que fazem com o treinador, o presidente. Esse clube vive de vitórias, de resultado, mas há situações que não podemos ganhar. Não ganhamos, mas temos que estar unidos na derrota e na vitória", pontuou.

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, afirmou que Jorge Jesus conta com todo apoio da diretoria da equipe mesmo depois da série de resultados negativos na temporada.

"Jesus vai continuar. Mas tem que sair? Não é competente? Todos diziam que Jesus tinha que vir para o Benfica, que foi quem deu o melhor futebol ao Benfica. Até as outras listas o apoiavam. Já deu provas neste clube, 12 títulos, o mais vitorioso. Defendo Jorge Jesus mas ele não precisa, tem 12 títulos", disse, em entrevista à Benfica TV.

Em cinco outo meses no Benfica, o técnico português acumula cinco duras eliminações: derrotas nos playoffs da Supercopa Portuguesa, na semifinal da Taça da Liga e um amargo vice-campeonato no Português. A pressão cresceu após a eliminação contra o Arsenal, na segunda fase da Liga Europa.

"O Jorge disse que era o responsável, não fugiu de nada até oje. E eu não preciso defender a posição dele. Ele já deu mais do que provas da sua qualidade como treinador. É um ganhador, um profissional extraordinário. Chega cedo, sai tarde. A derrota com o Arsenal está atravessada, ele nessa noite nem dormiu. Aquilo o marcou tanto, da maneira como foi. Ficou atravessado", prosseguiu.

Vieira questionou ainda o tom das cobranças sobre a equipe. "É revoltante a pressão que fazem com o treinador, o presidente. Esse clube vive de vitórias, de resultado, mas há situações que não podemos ganhar. Não ganhamos, mas temos que estar unidos na derrota e na vitória", pontuou.

Futebol