PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras: Trio com quase metade dos gols do time vive jejum antes da final

Willian, Luiz Adriano e Raphael Veiga tentam encerrar jejum de gols no Palmeiras - Cesar Greco
Willian, Luiz Adriano e Raphael Veiga tentam encerrar jejum de gols no Palmeiras Imagem: Cesar Greco

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

27/02/2021 04h00

O trio Luiz Adriano, Willian e Raphael Veiga é responsável por praticamente metade dos gols do Palmeiras na temporada, mas chega na final da Copa do Brasil em jejum. A última vez que um deles balançou as redes foi há 12 partidas, ou há quase 40 dias.

Dos 119 gols alviverdes na temporada, 56 saíram dos maiores goleadores do elenco: 20 são de Luiz Adriano, enquanto Veiga e Willian têm 18 cada. O mais próximo deles na lista de artilheiros é Rony, com 11.

Luiz começou 2021 com gols importantes, como nas semifinais da Copa do Brasil e Libertadores, além dos dois que deixou na goleada por 4 a 0 sobre o Corinthians, em 18 de janeiro. Desde então, ele jogou sete partidas e passou em branco.

Nos últimos jogos pelo Brasileiro, o camisa 10 passou a jogar mais distante da área, para colaborar na criação de jogadas, diante das dificuldades recentes do Verdão. Mas ao longo dessa sequência o aproveitamento do centroavante caiu, como no jogo contra o Tigres (MEX), no Mundial de Clubes, em que perdeu uma chance clara.

Raphael Veiga também marcou pela última vez no Dérbi. Escalado em oito jogos após o clássico (seis como titular), ele viu Gustavo Scarpa ter bons lampejos após o Mundial, mas ainda deve continuar na equipe, assim como Luiz Adriano.

Já Willian provavelmente será reserva na final. Dono do maior jejum entre os três, o camisa 29 fez seu último gol contra o Sport, em 9 de janeiro. Desde então, fez nove partidas e passou em branco. A tendência é de que Abel jogue com Rony aberto pela esquerda e Gabriel Menino na direita, com o atacante como opção no segundo tempo.

Nos últimos 12 jogos do Palmeiras, a equipe marcou apenas nove vezes e passou o Mundial de Clubes em branco. As exibições nas cinco rodadas finais do Brasileiro, porém, pouco preocupam o técnico Abel Ferreira e sua comissão.

A ideia desde a volta do Qatar foi aproveitar o período para deixar os jogadores na melhor condição física para a final. Ainda que o desempenho dos titulares não tenha empolgado, o Verdão deu ritmo para Wesley e Veron, que voltaram de lesões, além de Danilo e Zé Rafael, poupados recentemente.

Um dos pontos citados internamente para a queda de desempenho é o desgaste físico. Por isso, a maioria dos titulares foi poupada na derrota para o Atlético-MG e ficou em São Paulo (SP), preparando-se para a decisão.

O Verdão enfrenta o Grêmio, amanhã (27), às 21h, em Porto Alegre (RS), pela partida de ida da final da Copa do Brasil. A volta será no domingo seguinte (7), às 18h, no Allianz Parque.

Palmeiras