PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fla dá descanso e projeta campeões de volta na 4ª rodada do Carioca

Gabigol beija a taça do Brasileirão após a conquista do Flamengo - Buda Mendes/Getty Images
Gabigol beija a taça do Brasileirão após a conquista do Flamengo Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/02/2021 04h00

Bicampeão do Brasileiro, o Flamengo recarrega suas baterias para iniciar a briga por mais um tricampeonato do Campeonato Carioca. Após a conquista, profissionais do departamento de futebol ganharão um recesso e irão ter ao menos duas semanas de descanso para os principais jogadores.

O período exato da pausa não está definido, mas a tendência é que os jogadores que mais atuam só retornem em 15 de março, mas será gradativo. Uma parte do grupo já se apresenta no Ninho do Urubu na próxima segunda para iniciar os trabalhos. O planejamento do Fla aponta para o uso dos principais jogadores a partir da quarta rodada. Até lá, a responsabilidade ficará com os garotos da casa.

Também não está resolvido se o técnico Rogério Ceni começará a campanha desde o primeiro jogo ou irá ficar também um período fora de combate. Caso tire um tempo de folga, o Rubro-Negro deve ser dirigido por Maurício de Souza.

Esse recesso é considerado fundamental após uma temporada desgastante física e psicologicamente. O surto em massa de Covid-19 e a correria desenfreada do calendário impuseram um desgaste acima do normal para o elenco. No jogo contra o São Paulo, Rodrigo Caio e Gabigol, por exemplo, estavam muito longe de suas condições.

"Foi um dos Brasileiros mais equilibrados pela maneira como tudo aconteceu. Esses jogadores vão ter uns dias de folga. A curto prazo, pode sentir os jogos e ter algumas derrotas, mas a longo prazo, esses dias que eles vão ficar parados tendem a reverter em coisas boas. Hoje, Diego jogou com muita dor na posterior, Rodrigo Caio jogou lesionado e não fez uma arrancada para o ataque. O Gabriel jogou com dores no tornozelo. O time chegou no limite", disse Ceni.

Atual bicampeão do Carioca, o Rubro-Negro vai tentar o sexto tri estadual de sua história. Embora o torneio regional seja a última prioridade na Gávea, vencer este ano e atingir o inédito tetra no ano que vem são um combustível importante.

Para a temporada que se inicia, o Fla projeta uma ida tímida ao mercado. O zagueiro Bruno Viana já chegou e Rafinha está perto da volta, mas ainda há pendências financeiras para que o negócio seja finalizado.

Flamengo