PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-Grêmio fecha três meses no Brasil e não tem data para voltar à China

Jailson tem contrato com o Dailan, da China, e chegou a ser sondado para ficar no Brasil - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Jailson tem contrato com o Dailan, da China, e chegou a ser sondado para ficar no Brasil Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

27/02/2021 17h01

Jailson, volante revelado pelo Grêmio e atualmente no Dailan-CHI, não sabe quando vai voltar a treinar no atual clube. E muito menos a data da próxima partida profissional da carreira. O jogador está no Brasil desde novembro e aguarda aval das autoridades sanitárias chinesas para voltar ao país asiático. Ao mesmo tempo, ele recebeu sondagens de outros times.

Aos 25 anos, Jailson chegou ao futebol chinês no segundo semestre de 2020. No mais recente contato com os dirigentes do atual clube, o volante ouviu que não tem nenhuma chance de voltar ao clube antes de 15 de março.

A China está entre os 117 países com "restrições fortes" para voos com origem do Brasil, segundo o site SkyScanner. Agentes e jogadores brasileiros com contratos no país confirmam que sequer há previsão de retorno para os atletas.

Nos últimos dias, com a atualização do caso, Jailson trocou o Rio Grande do Sul pela Bahia. Ao lado da família e com preparador físico particular ajudando a manter a forma, o volante lida com cenário que nunca imaginou.

"Eu estou ansioso para voltar. Por mais que o jogador goste de férias, estou há tempos parado e não tem nada que me impeça de jogar. Não tenho lesão, nada. Estou ansioso para jogar, a experiência no futebol chinês foi bem pequena, curta. Cheguei lá e convivo muito pouco com a cultura local também. Estou esperando para voltar. Vamos ver quando", disse.

O UOL Esporte apurou que o estafe de Jailson chegou a receber sondagens de clubes brasileiros interessados no volante. O Dailan, no entanto, já avisou que não pretende liberar o jogador. Nas últimas semanas, outros estrangeiros do elenco foram negociados.

O Grêmio foi um dos clubes a consultar a situação do jogador, mas sem avanços.

Jailson foi campeão da Copa Libertadores em 2017 e fechou com o Fenerbahce, da Turquia, no ano seguinte. Em 2020, trocou a Turquia pela China. O Grêmio recebeu cerca de R$ 6,2 milhões por percentual dos direitos econômicos.

Futebol