PUBLICIDADE
Topo

Futebol

VAR, choro, Ceni contido e festa no celular: os segundos finais do título

Do UOL, em São Paulo

26/02/2021 00h59

O Campeonato Brasileiro de 2020 terminou de forma dramática. Os dois únicos candidatos ao título -Flamengo e Internacional- não fizeram a sua parte na última rodada, deixando emoção de sobra no Morumbi e no Beira-Rio nos minutos derradeiros.

No Morumbi, o Flamengo dependia apenas de suas forças para conquistar o oitavo título brasileiro. Mas a derrota para o São Paulo por 2 a 1 fez com que os olhos de seus jogadores voltassem para Porto Alegre (RS), onde o Inter enfrentava o Corinthians.

Quando o jogo do Morumbi chega ao fim, ainda faltavam cerca de três minutos para que o empate sem gols entre Inter e Corinthians se concretizasse. E a partir daí, começa uma espécie de drama nos dois estádios. Confira!

Olho no Colorado

Não fazer a própria parte deixou um gosto amargo para o Flamengo. Com a derrota por 2 a 1 para o São Paulo, só restou para os rubro-negros "secarem" o Internacional. E os jogadores partiram imediatamente para o banco de reservas em busca de informações sobre jogo do Beira-Rio.

Gol do título?

Aos 51 minutos, então, veio o gol que poderia ter dado o título ao Inter. Edenilson concluiu para o gol um cruzamento da esquerda, levando os jogadores colorados e banco de reservas ao delírio.

Pressão no bandeirinha

Faltava só um detalhe para o título colorado ser confirmado: o VAR. O assistente levantou a bandeira, assinalando impedimento, e foi prontamente cercado por jogadores do Inter. A pressão de nada adiantaria, já que o lance seria revisado por vídeo.

VAR de novo em ação

Enquanto a validade da jogada não era decidida pelo VAR, a apreensão tomava conta do Morumbi. E a decisão foi a pior para o Colorado, que já havia tido um gol e um pênalti anulados pela ferramenta de auxílio à arbitragem. O impedimento de Edenilson foi confirmado.

Abel Braga conversa com árbitro no Beira-Rio em Inter x Corinthians - Pedro H. Tesch/AGIF - Pedro H. Tesch/AGIF
Abel Braga discute com arbitragem no Beira-Rio
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Título no celular

Com o gol anulado, o Inter ainda investiu no ataque, mas o Flamengo já comemorava no Morumbi graças às imagens transmitidas por um smartphone. Era como se fosse um gol, pois o empate sem gols garantiria o título rubro-negro.

Choro em POA

Ao apito final de Wilton Pereira Sampaio, os jogadores do Inter não resistiram aos momentos de emoção e caíram no choro no gramado do Beira-Rio. E isso foi bem resumido por Patrick na entrevista ao fim do jogo. "É impossível não sentir essa dor".

Jogadores do Inter lamentam empate com Corinthians - Pedro H. Tesch/AGIF - Pedro H. Tesch/AGIF
Jogadores do Inter lamentam vice-campeonato do Brasileirão
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Celebração em SP

Ainda que não tenha sido da maneira ideal, o empate do Inter com o Corinthians foi bastante comemorado no Morumbi. "Gostaríamos de ter vencido hoje, mas ser campeão é muito bom, independentemente de como seja. O time mereceu", disse Gabigol.

Ceni contido

O técnico Rogério Ceni parecia incrédulo com a conquista rubro-negra, contido, nada sorridente e pouco comemorou no gramado do Morumbi. Quando indagado por um repórter, acabou impedido de falar por um dirigente do Flamengo, mas ainda assim conseguiu falar. "Não era como a gente queria mas é um título brasileiro e o que vale é ao longo das 38 rodadas", afirmou.

Futebol