PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São-paulinos bravos? "Tenho o direito de trabalho em outro clube", diz Ceni

Treinador eleito como o melhor do Brasileirão estreou pelo Flamengo na 21ª rodada, com o time em 4º - André Porto
Treinador eleito como o melhor do Brasileirão estreou pelo Flamengo na 21ª rodada, com o time em 4º Imagem: André Porto

Eder Traskini e Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

26/02/2021 13h03

Rogério Ceni recebeu hoje (26) o prêmio "Bola de Prata", entregue pelo canal ESPN, como melhor técnico do Campeonato Brasileiro de 2020. Ele assumiu o Flamengo na 21ª rodada, quando o time estava na quarta posição, e chegou ao título ontem, mesmo com derrota diante do São Paulo no Morumbi.

Nas redes sociais, ele foi alvo de memes e piadas, pois o jogo também selou a classificação do time paulista direto para a fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores e Ceni é um dos maiores ídolos da história são-paulina. Questionado sobre a relação com o São Paulo e também os xingamentos de alguns torcedores que recebeu nos últimos dias, após comparar a torcida tricolor com a do Flamengo, ele reagiu.

"Eu não consigo entender o motivo [de o torcedor são-paulino estar bravo com ele]. Trabalhei 25 anos no São Paulo, deixei minha vida, fiz o meu melhor. O Flamengo é o meu clube hoje, que eu trabalho, são as cores que defendo, e vou ser o melhor que eu puder ser. O São Paulo foi meu clube, mas na segunda parte da minha vida, como treinador, tenho o direito de trabalho em outro clube. Tenho muito carinho, sempre vai existir, foram muitos títulos e conquistas com o São Paulo, o mesmo número que espero ter como treinador", disse Rogério Ceni, em coletiva de imprensa logo após a premiação.

"Campeonato é de pontos corridos. Ontem não encaixou [contra o São Paulo], mas quando tivemos que fazer decisões importantes, como Arão de zagueiro, Filipe Luís por dentro... Foram só 106 dias de trabalho e conseguimos reagir no campeonato. Eu queria coroar o título com vitória, mas não foi possível."

Rogério Ceni também respondeu sobre as constantes críticas ao desempenho do Flamengo sob seu comando afirmando que o trabalho está evoluindo e que 2021 pode significar novas conquistas: "Não temos que dar respostas sobre críticas. Faz parte da profissão. Somos julgados toda quarta e domingo, porque é um time acostumado a vencer. Difícil agradar a todos. Espero que possamos ter proximidade maior [com o torcedor], acreditemos que é possível conquistar novos títulos e eu tenho certeza que será possível."

Ceni - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Rogério Ceni é jogado para o alto na comemoração do título brasileiro de 2020 do Flamengo
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Leia outras declarações de Ceni:

Grupo experiente

"É um prazer trabalhar com jogadores de qualidade, principalmente quando os mais velhos têm uma liderança muito grande, positiva, liderando através do exemplo, não só das palavras. Temos três capitães que ajudam muito nos vestiários. Mudanças serão conversadas internamente. Espero que possamos sentar o mais breve possível, se for da vontade do clube, para que possamos evoluir. Ano é mais curto, muitos jogos, vamos saber conduzir internamente."

Carreira em ascensão

"Todo treinador que ganhar. No Fortaleza ajudei em todas áreas, construímos coisas, aperfeiçoamos. Foi um aprendizado muito grande e tenho muito orgulho. Foi o que credenciou para chegar ao Flamengo. Fico orgulhoso do clube ter acreditado em mim, ainda jovem."

Elogios de Navarro Montoya

"Feliz aniversário a ele. Me inspirou muito, tive muita admiração pela forma como saía do gol, batia na bola, nos enfrentamos quando ele estava no Boca Juniors. Quando comecei a carreira como treinador fui a clubes, mas não só fazer visitas a Guardiola, Sampaoli, etc. Fiz cursos lá, tive um parceiro de trabalho chamado Michael Beale que hoje trabalha com o Gerrard. A chegada de pessoas de fora ajudou nessa metodologia de trabalho que temos. Mas não existem certezas nessa profissão. O campeão de hoje pode ser o derrotado de amanhã. Futebol é cíclico e muito rápido."

Futebol