PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

'Ladrão, safado': árbitro relata ofensas de dirigentes após jogo do Inter

Wilton Pereira Sampaio durante partida entre Inter e Corinthians no Beira-Rio - Pedro H. Tesch/AGIF
Wilton Pereira Sampaio durante partida entre Inter e Corinthians no Beira-Rio Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Do UOL, em São Paulo

26/02/2021 11h54

O árbitro Wilton Pereira Sampaio, que apitou a partida entre Internacional (0) e (0) Corinthians, ontem, no Beira-Rio, relatou em súmula que a equipe de arbitragem sofreu ofensas de dirigentes e comissão técnica do time colorado.

O que motivou as agressões verbais contra os profissionais teria sido um gol anulado aos 51 minutos do segundo tempo. Esse gol garantiria ao Inter o título de campeão brasileiro. Sem o gol, o time ficou só no empate, sem gols, e com o segundo lugar.

A primeira rodada de ofensas aconteceu ao final da primeira etapa, quando os profissionais seguiam para o vestiário. De acordo com o documento, os responsáveis pelas primeiras ofensas foram: Alessandro Barcelos, Arthur Calef, Rafael Amaral Barleze e João Patrício Hermann.

Os dirigentes citados acima, se posicionaram na mureta que separa a arquibancada do campo de jogo, próximo ao túnel de acesso a zona mista, e permaneceram contestando ofensivamente a arbitragem com as seguintes palavras: ladrão, quadrilha, vagabundos, filho da p[...], safado, vai roubar outro.
Wilton Pereira Sampaio, em súmula

Após o jogo, depois da anulação do pênalti, as ofensas aconteceram novamente. Dessa vez, o árbitro apontou Alessandro Barcelos, Rodrigo
Weber e Ricardo Isaac Pereira Sobrinho como autores das agressões verbais.

Hostilizaram a arbitragem, reclamando acintosamente com as seguintes palavras: ladrão, isso é uma vergonha, safado, filho da p[...], quadrilha, estragou o campeonato. Recordo ainda que os dirigentes citados foram identificados pelo coordenador da CBF, sr. Rômulo Reis.

Ainda no documento, o árbitro destacou que o lateral-direito Rodinei, que não estava relacionado para a partida, invadiu o campo após o gol ser anulado.