Topo

Flamengo é campeão brasileiro mesmo após perder para o São Paulo no Morumbi

Alexandre Araújo, Léo Burlá e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

25/02/2021 23h36

O Flamengo é, novamente, campeão do Brasileirão! A equipe rubro-negra, que chegou à última rodada dependendo apenas das próprias forças, assegurou o título mesmo com a derrota por 2 a 1 para o São Paulo na noite de hoje (25), no Morumbi. Com o resultado, o time da Gávea ficou com 71 pontos, mas viu o Inter tropeçar contra o Corinthians e repetiu a dose de 2019, levantando a taça pela oitava vez na história.

O triunfo do Tricolor paulista foi construído com um gol de Luciano ainda no primeiro tempo e de Pablo na etapa final. Bruno Henrique fez para os visitantes. Desta forma, a equipe da casa chega aos 66 pontos e se classifica para a fase de grupos da Libertadores.

Quem foi bem: Filipe Luís

Filipe Luís foi um dos destaques do Flamengo na partida ocorrida na noite de hoje. O lateral esquerdo conseguiu impedir as investidas de Igor Vinícius nos dois tempos da partida e se tornou peça crucial na criação de jogadas da equipe no decorrer do duelo. O atleta mereceu destaque positivo com a atuação no Morumbi.

Quem foi mal: Hugo Souza

O goleiro Hugo Souza, que se destacou como uma das revelações da temporada, foi um nome que recebeu destaque negativo na noite de hoje. O goleiro falhou nos dois gols do São Paulo. Ele errou ao arrumar a barreira e sofrer em cobrança de falta de Luciano e também pecou em uma saída de bola, ao entregar a posse para Daniel Alves, que deu assistência perfeita para Pablo marcar.

Luciano marca e chega ao 18º gol no Brasileirão

Com o gol feito em cobrança de falta, ainda no primeiro tempo, Luciano chegou a 18 gols na atual edição do Campeonato Brasileiro, terminando empatado na artilharia com o meia-atacante Claudinho do Red Bull Bragantino. Lembrando que eles haviam chegado à rodada com o mesmo número de gols de Thiago Galhardo, do Inter, e Marinho, do Santos, que terminaram a competição com 17 gols.

Atuação do São Paulo

Todo posicionado na defesa, o São Paulo se desprendeu de tudo o que foi feito pelo trabalho anterior, do demitido Fernando Diniz, em seu último compromisso da temporada. Com três zagueiros e sem valorização da posse de bola desde a saída com Tiago Volpi, o mandante se prendeu a um esquema bem fechado para impedir que o adversário balançasse a rede. Antes do intervalo, a forma de atuar surtiu efeito. O Tricolor paulista ficou com a bola apenas por 32% do tempo e, com uma forte marcação, bloqueou o ataque flamenguista. Com apenas uma finalização contra a meta adversária nos 45 minutos iniciais, em cobrança de falta, Luciano foi o responsável por abrir o placar. Na volta do intervalo, o São Paulo manteve a forma de atuar. Acuado, seguiu abusando de contra-ataques e ligação direta. Porém, marcou o segundo gol com Pablo.

Atuação do Flamengo

O Flamengo controlou a partida no Morumbi. Com mais posse de bola e finalizações contra a meta de Tiago Volpi, a equipe rubro-negra teve algumas chances de balançar a rede, sobretudo com os homens de frente — Bruno Henrique, Gabigol, Pedro, Arrascaeta e companhia. No entanto, os dois gols do São Paulo — marcados por Luciano e Pablo — deram um baque no time comandado por Rogério Ceni, que não conseguiu tantas novas ações de perigo nos minutos finais. O time rubro-negro também pareceu cansado na metade final do jogo e ainda viu o atacante Gabigol ser substituído, desgastado, quando a equipe ainda precisava do resultado.

Flamengo é bicampeão. De novo

Com o título de 2020, o Flamengo conquistou novamente o bi do Brasileiro, e igualou feito do time que marcou época na década na década de 80. Antes da dobradinha 2019/2020, o Rubro-Negro havia vencido a competição duas vezes consecutivas em 1982/1983, quando contava com Zico, Júnior, Leandro, Adílio, Andrade e companhia.

Ceni leva o tetra

Rogério Ceni conquistou o quarto título do Campeonato Brasileiro, o primeiro à beira do gramado. Nos tempos de jogador, quando goleiro do São Paulo, ele levantou a taça em 2006, 2007 e 2008.

Volta olímpica no Morumbi

Quis o destino que Ceni conquistasse o primeiro título da Série A do Brasileiro justamente em um duelo com o São Paulo e no Morumbi, onde ele é ídolo e fez história. Celebrar um título no estádio, inclusive, é algo que Ceni sabe fazer. Anteriormente, ainda dentro das quatro linhas, o Morumbi foi palco do Paulista de 1998 e 2000, Supercampeonato Paulista de 2002, Libertadores de 2005, Brasileiro de 2006 e 2007, e Sul-americana de 2012.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 x 1 FLAMENGO
Competição
: Campeonato Brasileiro, 38ª rodada
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 25 de fevereiro de 2021, quinta-feira
Horário: 21h30
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Tchê Tchê, Robert Arboleda, Daniel Alves, Igor Vinícius, Wellington (SAO); Gabigol, Everton Ribeiro, Bruno Henrique (FLA)
Cartão vermelho: -
Gols: Luciano, do São Paulo, aos 48'/1ºT; Bruno Henrique, do Flamengo, aos 5'/2ºT; Pablo, do São Paulo, aos 13'/2ºT

São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Bruno Alves e Diego Costa; Igor Vinícius (Galeano), Luan (Hernanes), Daniel Alves, Tchê Tchê e Wellington (Gabriel Sara); Luciano (Igor Gomes) e Pablo (Tréllez). Técnico: Marcos Vizolli (interino).

Flamengo: Hugo; Isla (Matheuzinho), Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego (João Gomes), Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol (Pedro). Técnico: Rogério Ceni.

Errata: o texto foi atualizado
O gol de Luciano para o São Paulo foi marcado no primeiro tempo, não no segundo.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Flamengo é campeão brasileiro mesmo após perder para o São Paulo no Morumbi - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Futebol