PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians negocia saídas de pelo menos seis jogadores; conheça cada caso

Mancini trabalha junto com a diretoria para definir as dispensas do Corinthians o mais breve possível  - Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Mancini trabalha junto com a diretoria para definir as dispensas do Corinthians o mais breve possível Imagem: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Yago Rudá

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/02/2021 04h00

O Corinthians se movimenta nos bastidores para montar o elenco da próxima temporada. Além da definição do retorno de jogadores emprestados, a diretoria mantém conversas constantes com a comissão técnica para negociar ou rescindir contratos de alguns nomes que estão treinando no CT Joaquim Grava, e completar sua lista de dispensas.

Ontem (24), foi a vez do lateral Michel Macedo dar adeus ao Timão. O defensor não estava nos planos do Corinthians para 2021, foi comunicado pela diretoria e nem sequer foi relacionado para o jogo contra o Internacional, hoje (25), às 21h30 (horário de Brasília), pela última rodada do Brasileirão. Além dele, nomes como Marllon, Everaldo, Ederson, Matheus Davó e Jonathan Cafú estão na lista, que ainda pode ser preenchida com outros jogadores do elenco. O UOL Esporte atualiza a situação de cada um deles.

Everaldo

O atacante está fora dos planos do Corinthians e aguarda uma proposta para ser negociado com outro clube. O Timão tem contrato com o atleta até o fim de junho de 2023 e é dono de 50% dos direitos — a outra metade pertence ao Velo Clube-SP. Neste momento, a intenção é vendê-lo, mas o clube não descarta a possibilidade de emprestá-lo caso não apareça compradores interessados.

O jogador não foi utilizado nos últimos cinco jogos da equipe na temporada e não agrada o técnico Vagner Mancini e sua comissão técnica. Everaldo já está ciente do posicionamento do Corinthians, e segue trabalhando no CT Joaquim Grava até que haja uma definição de seu caso.

Marllon

Mais um nome do elenco que sabe que não continuará no time. O zagueiro tem contrato até o fim de 2021, e seus empresários estão cientes de que o Corinthians está disposto a negociá-lo. O jogador chegou a receber sondagens do Atlético-GO, mas o negócio não avançou conforme o esperado, embora ainda haja a possibilidade de transferência.

Marllon fez 12 partidas nesta temporada, chegou a ganhar uma sequência de nove jogos sob o comando de Mancini, mas depois perdeu espaço para Jemerson, contratado junto ao Monaco, da França, e também para o uruguaio Bruno Méndez. Como o Corinthians planeja o retorno de João Victor, o zagueiro ficará sem espaço na temporada 2021.

Ederson

Contratado pelo Corinthians no início desta temporada, o volante ainda tem mais quatro anos de vínculo com o clube e recebe salário considerado altíssimo. Uma das prioridades da diretoria é negociá-lo para enxugar sua folha salarial.

O meio-campista tem negociações avançadas com o América-MG, conforme revelado pelo 'ge' e confirmado pelo UOL Esporte. A tendência é de que assine um empréstimo de uma temporada com o Coelho, sob a condição de que o Corinthians ajude a pagar os salários. Em 2020, Ederson fez 25 jogos e anotou três gols.

Matheus Davó

Uma das contratações mais questionadas pela torcida na última temporada, o atacante chegou a ser protagonista com Mancini, tendo feito gols contra Internacional e Atlético-MG, mas logo foi esquecido no banco de reservas. Sua última partida foi em 22 de novembro, e o jogador está de malas prontas para deixar o CT Joaquim Grava.

Um dos interessados é o Guarani, conforme revelado pelo diretor de futebol Roberto de Andrade, em entrevista à ESPN Brasil. A reportagem entrou em contato com Ricardo Moisés, presidente do Bugre, que optou em não comentar a negociação que está em curso. O contrato de Davó com o Timão vai até o fim de 2023 e, por isso, o clube busca emprestá-lo.

Jonathan Cafú

O atacante não conseguiu se afirmar nos treinos no CT Joaquim Grava e deve ser emprestado. A situação de Jonathan Cafú, no entanto, é um pouco mais delicada do que os demais jogadores citados, já que possui contrato até o fim da temporada 2023 e seus salários são considerados altos.

Em 2020, Cafú fez apenas três jogos pelo Corinthians e depois passou a não ser mais relacionado pela comissão técnica.

Walter

O goleiro tem uma proposta do Cuiabá em mãos. A diretoria do Corinthians concordou em liberá-lo, caso ele demonstre desejo de seguir sua carreira em outra equipe. Walter tem contrato até o fim desta temporada, já está no clube há oito temporadas e entende que está no momento de assumir o protagonismo na Série A.

Apesar disso, o reserva de Cássio ainda não tomou uma decisão e negocia a situação contratual com seus empresários, com os representantes do Cuiabá e também com a diretoria do Corinthians. A definição deve acontecer ainda nesta semana.

Corinthians