PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Um rival a menos para o Real Madrid; Bayern não brigará por Haaland

Haaland comemora após marcar no clássico entre Borussia Dortmund e Schalke 04 - Lars Baron/Getty Images
Haaland comemora após marcar no clássico entre Borussia Dortmund e Schalke 04 Imagem: Lars Baron/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/02/2021 15h46

Muitos clubes estão de olho no talentoso atacante norueguês, Erling Haaland. Porém, o Bayern de Munique não entrará na briga pelo jogador com outros grandes clubes europeus, como o Real Madrid.

De uns tempos para cá, o Bayern vem tendo uma política muito forte no mercado de transferências. Além de buscar bons negócios entre os grandes da Europa, o gigante alemão estabeleceu uma tirania na Bundesliga ao contratar a maior parte dos talentos que saem da principal competição do país.

Nos últimos anos o clube alemão contratou jogadores como Gnabry, Nübel ou Pavard, depois de se destacarem no Werder Bremen, Schalke e Stuttgart, respectivamente. O Bayern também já tirou atletas do Borussia Dortmund, como Lewandowski e Götze.

"Uma coisa posso dizer com certeza: tenho um bom relacionamento com Watzke (presidente do Borussia). E, enquanto eu estiver no Bayern, não haverá outra compra como a de Lewandowski. Ao longo dos anos estabelecemos relações amigáveis com o Dortmund, também no mercado", disse Karl-Heinz Rummenigge, presidente dos Bávaros, há alguns meses.

No entanto, parece que isso não acontecerá com Haaland, pelo menos em 2021. As relações entre as duas maiores equipes da Alemanha melhoraram muito nos últimos anos. Tanto é verdade que foi estabelecido um pacto de não agressão pelo qual o Bayern prometeu não contratar nenhum jogador do Dortmund.

"Haaland está indo bem em Dortmund e, honestamente, enquanto tivermos Lewandowski, não precisaremos dele. O que vai acontecer no futuro não posso prever, também porque vou permanecer no cargo até dezembro de 2021", completou Rummenigge.

Esporte