PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Diretoria diz que Atlético-MG trabalha "sem pressa" por novo técnico

Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Galo, garante que o clube buscará o novo treinador com paciência e critérios - Pedro Souza/Atlético-MG
Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Galo, garante que o clube buscará o novo treinador com paciência e critérios Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme piu

Do UOL, em Belo Horizonte

23/02/2021 10h44

Classificação e Jogos

A manhã de hoje (23) começou movimentada no centro de treinamento do Atlético-MG por causa da entrevista do diretor de futebol Rodrigo Caetano. O dirigente, dentre vários assuntos abordados pelos jornalistas, abriu a entrevista falando do tema mais quente do momento: a saída do técnico Jorge Sampaoli.

"Essa coletiva é para oficializar a saída do nosso treinador. Nesse momento é para fazer os agradecimento necessários e pertinentes ao Sampaoli, por vários motivos, não só pelo desempenho desportivo, mas pelo tanto que ele aportou na Cidade do Galo, no Clube Atlético Mineiro em relação, na nossa visão, realmente, mudar de patamar daquilo que o Galo deseja para sua continuidade", agradeceu.

Desde que a possibilidade da saída de Sampaoli — que está acertando com o Olympique de Marselha (FRA) — surgiu, alguns nomes de treinadores começaram a "pipocar" como possibilidades para o comando técnico do Alvinegro. O UOL Esporte já publicou que Renato Gaúcho, em fim de contrato no Grêmio, é um dos preferidos e seria o primeiro da lista de desejos do presidente Sérgio Coelho, e do grupo colegiado formado pelos mecenas que injetam dinheiro no Galo.

Porém, para ter o treinador será preciso mesmo paciência, já que Portaluppi está focado na decisão da Copa do Brasil pelo Grêmio — que decide o título com o Palmeiras — e ainda teria uma conversa definitiva com o presidente gremista sobre renovação contratual.

Apesar de outros nomes terem surgidos, como o do português Leonardo Jardim e o de Cuca, que saiu do Santos — o de Guto Ferreira foi negado pelo Atlético-MG em nota oficial — a diretoria do Atlético-MG afirma que trabalhará com calma para a escolha do novo comandante.

"Nós vamos ter a calma sem ser lentos dentro de uma rapidez sem ser de forma apressada para a escolha do novo comandante. O Jorge [Sampaoli] ontem que nos comunicou oficialmente e nós, a partir de hoje, com o presidente e o órgão colegiado vamos debater o perfil de quem será o comandante. Por conta da classificação direta para a fase de grupos da Libertadores, entendemos que temos um tempo necessário para a escolha", explicou Rodrigo Caetano.

Com a classificação direta à fase de grupos da Libertadores o Atlético-MG entende que ganhou tempo para definir com paciência o seu novo treinador.

"Todos vocês [imprensa] sabem que o projeto do Galo é de médio a longo prazo. Então, a ideia é que tenhamos um técnico que possa dar continuidade a tudo que foi feito de bom aqui e, tomara Deus, ter tempo necessário para desenvolver também sua metodologia de trabalho (...) Entendo que desde ontem uma enxurrada de nomes, de especulação [em relação ao treinador] (...) vamos trabalhar conforme as minhas características, que lidero o departamento de futebol, de forma silenciosa, sigilosa, eu acredito nesse modelo de negociação para formar convicção com o presidente e o órgão colegiado. O dia que tivermos o nome seremos os maiores interessados em comunicar, (...) vamos fazer o possível e o impossível para identificar e concretizar o nome com toda calma e cautela, e principalmente respeito à instituição", garantiu, Caetano.

Atlético-MG