PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Expulsão de Rodinei em Flamengo x Inter foi justa? Blogueiros analisam

Rodinei deixa o campo após ser expulso em Flamengo x Inter - Thiago Ribeiro/AGIF
Rodinei deixa o campo após ser expulso em Flamengo x Inter Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

22/02/2021 13h23

Resumo da notícia

  • Colunistas do UOL Esporte analisam se a expulsão de Rodinei foi ou não justa
  • Milton Neves: "Foi um lance forte, que obviamente caberia cartão vermelho"
  • "Foi rigorosa demais, mas não chegou a ser injusta", analisa Juca Kfouri
  • "Uma zona nebulosa entre o amarelo e o vermelho", afirma Menon

A expulsão de Rodinei foi a principal polêmica da vitória por 2 a 1 do Flamengo sobre o Internacional na tarde de ontem (21), no Maracanã, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, em jogo que deixou o time carioca dependendo apenas de suas forças para ficar com o título.

Logo aos 3min do segundo tempo, Rodinei chegou atrasado em uma disputa com Filipe Luis e acabou pisando no tornozelo do lateral rubro-negro. O árbitro Raphael Claus reviu o lance no VAR e optou por aplicar o cartão vermelho ao jogador do Inter.

A expulsão de Rodinei foi justa? Abordamos esse assunto com os colunistas do UOL Esporte. Veja o que eles pensam:

Eu teria aplicado o cartão amarelo. Mas é lance interpretativo e hoje as possibilidades de interpretação se ampliaram com VAR e as orientações da FIFA que surgem de tempos em tempos. Tudo é interpretativo. Não só a expulsão do Rodinei, mas também o pênalti do Gustavo Henrique no Yuri Alberto e a falta de Pedro no Lucas Ribeiro (gol anulado). Já vimos árbitros marcarem ou não. Problema é o critério. Ou a falta dele.
ANDRÉ ROCHA

O futebol é generoso com a arbitragem quando coloca a "interpretação" na regra. Agora, árbitro precisa trabalhar com critério, até para não alimentar discursos de favorecimento. E a falta do Rodinei pelo histórico no futebol brasileiro, inclusive do Claus, confirma que a expulsão foi injusta. É o famoso déficit de coerência da arbitragem, que precisa ser corrigido urgentemente.
ANDREI KAMPFF

A expulsão de Rodinei é feia na imagem em câmera super lenta, mas na velocidade normal do lance fica claro que Rodinei não pisou propositalmente no adversário e o choque é resultado natural de dividida de jogo. Erro de arbitragem que prejudicou muito o Inter.
DANILO LAVIERI

Foi rigorosa demais, mas não chegou a ser injusta.
JUCA KFOURI

A expulsão de Rodinei é um lance de interpretação. Considero equivocada. Ele disputa a bola, chega atrasado, acerta. Falta, amarelo, lance de jogo. Se o árbitro considera "força excessiva" ou algo do tipo, pode caber o vermelho. Mas na hora, no campo, em tempo real. O grande absurdo do que aconteceu ontem e tantas vezes no Brasileiro é a intervenção do VAR. O VAR só serve para reinterpretação de jogo aqui no Brasil.
JULIO GOMES

Não foi uma decisão absurda, é interpretativa, mas há todo o contexto do VAR que prejudica a avaliação. Lances como esse, subjetivos, deveriam ficar no campo, com a impressão inicial do árbitro, e não ir ao vídeo para ver repetidamente em câmera lenta. O mesmo vale, por exemplo, para lances de pênalti. Há excesso no uso do VAR em jogadas subjetivas. Como está escrito no protocolo dessa tecnologia: o VAR não existe para dar uma segunda chance ao árbitro.
MARCEL RIZZO

Aceitável dentro do que é, hoje, a arbitragem de futebol no país, com o VAR intervencionista brasileiro. Subjetivo, poderia ser amarelo, obviamente. Mas não foram poucos os lances semelhantes que resultaram em expulsões na temporada. O mais curioso é perceber que esse tema toma as atenções e pouco se fala sobre o erro crasso de quem optou por pagar R$ 1 milhão para colocar em campo um jogador tecnicamente limitado e muito irregular. Não por acaso o gol de empate foi construído em cima dele, que chutou uma bola que foi parar no travessão depois de desviar em Gustavo Henrique.
MAURO CEZAR

A falta do Rodinei foi dura. Uma zona nebulosa entre o amarelo e o vermelho. Eu acho que o amarelo ficaria de bom tamanho.
MENON

Foi um lance forte, que obviamente caberia o cartão vermelho. O que causa estranheza é a falta de critério de nossos "apitadores", que em muitos lances semelhantes nem amarelo mostram. O Inter tem razão em protestar!
MILTON NEVES

Lance difícil, puramente interpretativo. Qualquer cartão seria discutível, mas nenhum poderia ser considerado roubo.
PERRONE

Vendo, revendo e vendo uma vez mais o lance, acho que foi justa. Caberia o amarelo? Talvez. Mas decididamente caberia também o vermelho. Rodinei não visa a bola. Foi pra parar Filipe Luís. Talvez não com maldade. Mas acabou fazendo uma falta extremamente violenta e que poderia ter quebrado o tornozelo do adversário.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Achei exagerado. Um amarelo cairia bem. Claus não precisava comprometer um jogo tão decisivo desse jeito. A partida estava empatada em 1 x 1, Flamengo certamente poderia virar no 11 contra 11. E ninguém reclamaria do lance.
RODOLFO RODRIGUES

Não. Foi exagerada e motivada por um chamado desnecessário de quem operava o VAR. É nítido que Rodinei não tem a intenção de entrar daquele jeito na jogada e a força utilizada não justifica a expulsão. É bom refutar, porém, que não há em virtude disso uma conspiração para beneficiar o Flamengo ou qualquer outro clube. O próprio Inter foi ''ajudado'' recentemente. O problema é a arbitragem de brasileira de uma forma geral.
RODRIGO COUTINHO

A expulsão não é nenhum absurdo, Rodinei pisa no tornozelo de Filipe Luís em uma falta bem perigosa para o lateral rubro-negro, embora não tenha sido intencional. Se Claus desse amarelo, também não seria injusto. É um lance que fica na zona cinzenta entre o amarelo e vermelho, depende do critério do árbitro. O VAR, em geral, acaba acentuando a percepção de intensidade do lance, o que tem ocorrido em todo o campeonato.
RODRIGO MATTOS

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol