PUBLICIDADE
Topo

Santos

Marinho se despede de Cuca: 'Pai, amigo e treinador'

Cuca e Marinho no treino do Santos no CT Rei Pelé (09/02/2021) - Ivan Storti/Santos FC
Cuca e Marinho no treino do Santos no CT Rei Pelé (09/02/2021) Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/02/2021 22h18

Após o Santos anunciar a saída de Cuca do cargo de treinador do clube, Marinho - destaque da equipe na temporada -, usou suas redes sociais para agradecer o técnico.

Em seu Instagram pessoal, Marinho publicou uma série de fotos ao lado de Cuca e escreveu uma longa mensagem ao treinador, dizendo que ele também fez os papéis de pai e amigo enquanto esteve no Santos.

"Quero agradecer ao professor Cuca: toda minha admiração, respeito em saber o quanto crescemos juntos, evoluímos. Aqui se formou uma família, uma equipe que foi em busca dos objetivos e sonhos, apesar das dificuldades", escreveu Marinho.

"Mesmo quando duvidaram, e até mesmo com a nossa confiança em baixa, ele chegou e puxou o grupo pra cima, abraçando um por um! Foi pai, amigo e treinador! Aqui fica meu agradecimento. A gratidão é a palavra certeza neste momento: ele me ajudou a evoluir e me tornar um cara respeitado dentro e fora de campo!", continuou.

Desculpas por queda de rendimento

Em um segundo trecho da mensagem ao agora ex-treinador, Marinho se desculpou por sua queda de rendimento após se lesionar. O atacante explicou que poderia ter esperado a recuperação completa, mas afirmou que fez questão de jogar com Cuca nos últimos jogos.

"Sei que após minha lesão, meu rendimento caiu um pouco, poderia ter parado e apenas me preocupado em recuperar para voltar 100%. Fiquei dois períodos em tratamento e disse que não iria abandonar até o teu último jogo. Posso ser criticado, mas sei que faz parte. Não estou rendendo o que eu mesmo espero de mim!", complementou Marinho

"Fico orgulhoso em ir até o final pela família. E pelo seu trabalho, Cuca, que foi mágico aqui no Santos. Obrigado, Cuca! E boa sorte! Estaremos na torcida sempre! Sem esquecer do Cuquinha, Omar e Eudes da comissão que também fez parte do processo", finalizou.

Santos