PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

À procura de técnico, Atlético-MG gasta R$ 320 milhões com pacote Sampaoli

Técnico Jorge Sampaoli quer sair do Galo para dirigir Olympique de Marselha, da França - Daniel Vorley/AGIF
Técnico Jorge Sampaoli quer sair do Galo para dirigir Olympique de Marselha, da França Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Guilherme Piu e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte e São Paulo

21/02/2021 04h00

Classificação e Jogos

O fim da passagem de Jorge Sampaoli pelo Atlético-MG está próximo - deve acontecer ao final do Campeonato Brasileiro — e o treinador, que tem proposta do Olympique de Marselha (FRA), congelou negociações para renovar o aluguel da mansão onde mora em Minas Gerais, e até colocou seu carro à venda. Hoje (21), contra o Sport, às 16h, na Ilha do Retiro, pela 37ª rodada do Brasileirão, o comandante deve fazer o seu penúltimo jogo pelo Galo.

A saída do argentino escancara novamente uma realidade: ele chega, gera enorme expectativa, exige mundos e fundos em contratações, e vai embora após gastos exorbitantes dos clubes sem tantas conquistas importantes. A conta de gastos gerados pelo técnico no Galo, que engloba contratações de jogadores, salários de atletas e de sua própria comissão técnica atingiu mais de R$ 319 milhões em menos de um ano. No mesmo período o Galo conquistou apenas o Campeonato Mineiro e luta por uma vaga direta à fase de grupos da Copa Libertadores deste ano.

Contratações e salários

Desde março de 2020, quando chegou ao Atlético-MG, Sampaoli solicitou a contratação de 14 jogadores. No total essas aquisições geraram despesas na casa dos R$ 193,7 milhões. Além desse montante a diretoria atleticana, bancada por investimentos feitos pelos mecenas que injetam dinheiro no futebol alvinegro, gastaram R$ 18 milhões [média de R$ 1,636 milhão mês] com remunerações do treinador e sua comissão técnica.

Somando ainda os salários pagos ao grupo principal do Atlético-MG - R$ 108 milhões —, o pacote Sampaoli custou ao todo R$ 319,7 milhões ao Galo.

A última aquisição atleticana também por indicação de Jorge Sampaoli foi o meia Nacho Fernández, anunciado oficialmente como reforço ontem (20). Ao todo a contratação custou R$ 43 milhões, contando o valor pago ao River Plate (ARG) [R$ 32 milhões] mais impostos. O jogador, ao que tudo indica, não chegará a trabalhar com o compatriota na Cidade do Galo.

Os investimentos

Chegaram após solicitação do argentino o volante Léo Sena (custou R$ 4,4 milhões), Mariano (chegada gratuita), o volante Alan Franco (R$ 12,5 milhões), os atacantes Marrony (R$ 21 milhões), Keno (R$ 12,3 milhões), Vargas (R$ 7 milhões), e Sasha (R$ 9,5 milhões), o goleiro Everson (R$ 6 milhões), os zagueiros Bueno (R$ 1,5 milhões) e Junior Alonso (R$ 18 milhões), o meia Matías Zaracho (R$ 33 milhões) e agora o meia Nacho Fernández (R$ 43 milhões incluindo impostos).

Além desses, Sampaoli pediu que a diretoria de futebol atleticana exercesse os direitos de compra de atletas que já faziam parte do elenco, mas estavam emprestados por Palmeiras e Chelsea (ING), respectivamente: Hyoran (R$ 7,5 milhões por 50%) e Nathan (R$ 18 milhões).

FICHA TÉCNICA

SPORT X ATLÉTICO-MG

Motivo: 37ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data e horário: 21 de fevereiro de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA/PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) VAR: Wagner Reway (PB)

SPORT: Luan Polli; Patric, Adryelson, Rafael Thyere, Chico e Júnior Tavares; Marcão, Ronaldo Henrique, Thiago Neves e Marquinhos; Dalberto. Técnico: Jair Ventura.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Hyoran; Savarino, Marrony e Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.

Atlético-MG