PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Do folclore à "seleção", Rodinei deixa Fla para trás e se renova no Inter

Rodinei conquista elenco do Inter com perfil "parceiro" e brincalhão - Ricardo Duarte/Inter
Rodinei conquista elenco do Inter com perfil "parceiro" e brincalhão Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Leo Burlá e Marinho Saldanha

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre

18/02/2021 04h00

Quis o destino que Rodinei e Flamengo se cruzassem novamente em momentos decisivos, foi até rápido. Hoje no Internacional, o lateral direito trocou, no início da temporada, o papel de coadjuvante na Gávea pelo de protagonista no Beira-Rio. Famoso pelo lado, digamos, folclórico que marcou sua estadia de quatro anos no Rio de Janeiro, o jogador, de 29 anos, deu uma guinada na carreira em Porto Alegre. A ponto de o clube decidir pagar R$ 1 milhão para tê-lo em campo neste domingo (21), no jogo que pode definir o título do Brasileirão, no Maracanã.

É uma situação de pressão, sem dúvida. Só não digam ao Rodinei, que, agora colorado, mantém aquele mesmo jeito despojado de sempre, um traço que ficou evidente quando deixou a Ponte Preta para assinar com o Rubro-Negro em 2016.

O experiente lateral chegou ao Inter sob desconfiança, mas tinha um aval importante: o do badalado técnico Eduardo Coudet, que estava iniciando sua breve jornada no Beira-Rio. Na época de sua contratação, uma lista de alternativas para a posição foi apresentada ao argentino, que escolheu o então rubro-negro pela força e velocidade. Sem espaço no Fla, marcado por parte da torcida, o atleta viu na transferência uma chance de se recolocar no mercado e jogar com mais frequência.

Por que o Inter abraça Rodinei

Assim como no ex-clube, no Inter ele também deixa marcas pelo comportamento extracampo. A diferença é que, agora, a alegria não é contestada. Jogador dos mais festivos no vestiário, ajudou a transformar o ambiente no Colorado, auxilia colegas no dia a dia e prioriza o coletivo, esteja ou não entre os 11 titulares. Exatamente o comportamento quando treinando no Ninho do Urubu.

Pelo atual campeão brasileiro, o paulista de Tatuí teve de conviver com piadas e comentários às vezes jocosos —ou maldosos?— por sua entrega supostamente maior fora das quatro linhas do que com a bola rolando. Embora o lateral tenha feito o gol do título do Carioca de 2017 e colecionado taças vestindo vermelho e preto.

Renovado com a mudança de ares, ele viu sua importância para o time crescer com chegada de Abel Braga, com quem trabalhou no agora adversário deste domingo. Sem titubear, o treinador mudou o dono da posição na direita. Heitor, ainda que o preferido da torcida, deu lugar para Rodinei, que subiu de produção. Abel agora é seu cabo eleitoral.

"Pelo campeonato que ele está fazendo, por como terminou o ano passado e por como começou este, com certeza vai vir coisa boa para ele. Por que não uma seleção? Está num momento e numa forma extraordinária, com velocidade e força incríveis", disse Abel.

Inter pretende pagar multa e escalar jogador
Rodinei em ação com a camisa do Flamengo - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Rodinei em ação com a camisa do Flamengo
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

A importância para o time é tamanha que a direção do Inter está disposta a pagar R$ 1 milhão de multa ao Flamengo para que Abel Braga possa contar com ele na "final". A escolha dependerá unicamente do técnico. Se quiser utilizar, está autorizado para tal.

Há várias razões para isso. Além da titularidade incontestável, Rodinei tem capacidade defensiva superior a Heitor, suplente imediato, e também tem mais experiência para momentos desta magnitude.

Além disso, o Colorado já não contará com o zagueiro argentino Víctor Cuesta, suspenso, e quer mexer o mínimo possível no setor defensivo. A situação, porém, será tratada como mistério até momentos antes do jogo. O defensor irá viajar com a delegação ao Rio de Janeiro no fim de semana e tem boas chances de atuar, ainda que isso custe R$ 1 milhão.

Com contrato até o final de 2022 com o Rubro-Negro, o atleta não faz partes dos planos dos cariocas, que contam com o chileno Mauricio Isla e estão em vias de fechar o retorno de Rafinha ao clube. O acordo entre as partes prevê o pagamento de 4 milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões) para a transferência em definitivo, mas há margem para conversa — o empréstimo ao Colorado se encerra em 30 de maio.

"A gente tem outro técnico e em nenhum momento tratamos ou falamos com o Rogério [Ceni] sobre esse assunto. Só posso responder depois que eu conversar com o Rogério. A gente ainda não foi comunicado se ele irá para o jogo ou não. Existe um contrato em vigência e é para ser cumprido. Se for a campo, o Flamengo cobrará a multa", afirmou Marcos Braz, vice de futebol do Rubro-Negro.