PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro muda postura no mercado e prioriza atletas que conhecem a Série B

André Mazzuco, novo diretor de futebol, é o responsável por montar o time para 2021 - Igor Sales/Cruzeiro
André Mazzuco, novo diretor de futebol, é o responsável por montar o time para 2021 Imagem: Igor Sales/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

15/02/2021 04h00

Em seu primeiro ano na Série B, o Cruzeiro priorizou se livrar de medalhões mais caros, mas manteve jogadores conhecidos no elenco para ajudar o time. Porém, a permanência na segunda divisão fez a diretoria mudar a postura. Os reforços já acertados mostram que agora a diretoria pretende apostar em jogadores que já conhecem a segunda divisão nacional e se destacaram no torneio.

Desde sexta-feira (12), o Cruzeiro já anunciou cinco nomes: Alan Ruschel, campeão da Série B com a Chapecoense, Matheus Barbosa, que participou da campanha de acesso do Cuiabá, Marcinho, destaque do Sampaio Corrêa, Felipe Augusto, que integrou o elenco do América-MG, e Matheus Neris, um dos poucos destaques do rebaixado Figueirense.

Apesar de chegarem credenciados por boas atuações em 2020, nenhum deles é uma contratação de peso, e todos custaram pouco ao Cruzeiro.

No ano passado, quem chegou ao clube para a disputa da Série B possuía passagens anteriores por clubes da elite do Campeonato Brasileiro ou estava acostumado a jogar grandes competições. Mas a maioria não foi bem. Esses foram os casos de Marcelo Moreno, William Pottker, Régis Giovanni. Outros que já pertencial ao clube, como Henrique, Léo e Sassá, não se destacaram. As exceções foram Rafael Sóbis e Manoel.

No comando técnico, a história é parecida. Felipão chegou com um contrato longo e disposto a colocar o Cruzeiro de volta nos trilhos. Mas, por opção própria, chegou a um acordo amigável com a diretoria e deixou o cargo no fim da temporada. Seu substituto foi Felipe Conceição, responsável pelas arrancadas surpreendentes do América-MG (saindo da lanterna para o quinto lugar em 2019) e do Guarani (deixando a vice-lanterna e terminando em 13º no ano passado).

Nos próximos dias, o clube deve confirmar mais um jogador que se enquadra no novo perfil de contratações. Trata-se do atacante Bruno José, que pertence ao Internacional e disputou a Série B emprestado ao Brasil de Pelotas. A primeira exceção dentro dessa nova diretriz celeste pode ocorrer com o zagueiro Eduardo Brock, hoje no Ceará.

Cruzeiro