PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter registra preocupação com arbitragem antes de "final" com Flamengo

Do UOL, em Porto Alegre

14/02/2021 18h51

Classificação e Jogos

O presidente do Inter fez algo que não costuma fazer. Pediu para se manifestar e concedeu uma entrevista coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre o Vasco, hoje (14), no Rio de Janeiro. Nela, Alessandro Barcellos registrou sua inconformidade com as decisões dos árbitros nos últimos jogos.

"Hoje teve um pênalti que não existiu. O atleta do Vasco chuta o chão, e o Cuesta ganha o cartão amarelo, está fora do próximo jogo. Estamos em uma semana decisiva. O Patrick na semana passada toma um cartão amarelo e fica fora do jogo de hoje por uma pretensa simulação. Hoje os jogadores do Vasco fizeram isso duas vezes e nada foi marcado. Precisamos falar em nome do clube, dizer que não aceitamos este tipo de arbitragem, este tipo de movimento que estamos vendo. Estamos atentos. É a hora da onça beber água, e queremos que o resultado de campo seja justo. Não vamos aceitar interferências externas no campeonato, ele precisa se definir dentro das quatro linhas", afirmou Barcellos.

O mandatário disse, ainda, que não irá à CBF para fazer uma manifestação formal. Apenas demonstrou inconformidade com os últimos acontecimentos, temendo que o confronto com Flamengo tenha ocorrências de mesmo porte

"Não sei e a arbitragem está sendo tendenciosa, mas sou obrigado a falar em nome de todos. Não aceitamos que um ano de trabalho seja colocado em dúvida por um erro dessa natureza. É fundamental que se tenha esta clareza. Procuramos sempre deixar o protagonismo para os atletas, mas chega uma hora que é impossível. Temos um confronto direto agora, estamos num momento decisivo, e precisamos registrar nossa inconformidade", completou.

Ainda no jogo contra o Vasco, o gol do Inter, de Rodrigo Dourado, não foi verificado com as linhas de impedimento do VAR. Segundo o próprio jogador, o árbitro afirmou que o procedimento padrão não foi feito. A CBF apura o que houve e não irá se manifestar no momento. A reportagem do Premiere, que transmitiu o jogo, informou que as linhas do VAR estavam "descalibradas".

"Tudo tem que funcionar, não existe não funcionar. É a credibilidade do futebol que está em jogo. Para mim este lance é página virada, é claro que não estava em impedimento, sem as linhas já é possível perceber. Não vamos fazer reclamação formal à CBF, mas estamos registrando aqui nossa inconformidade porque temos acompanhado o trabalho para restruturação do futebol, para melhorar o espetáculo, e esperamos que todos estejam atentos a isso. Que tenhamos lisura, condições técnicas, fora de campo, com tecnologia e possibilidades, para que dentro de campo a arbitragem esteja focada e preparada, para que este tipo de erro não venha a prejudicar o trabalho de um ano inteiro", acrescentou.

Com a vitória sobre o Vasco, o Inter lidera o Brasileiro com 69 pontos. O Flamengo, adversário da próxima rodada, tem 68.

Internacional