PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Dourado diz que árbitro não conseguiu usar VAR em gol do Inter; CBF apura

Do UOL, em Porto Alegre

14/02/2021 17h22Atualizada em 14/02/2021 19h57

O primeiro gol do Internacional contra o Vasco, hoje (14), em São Januário, saiu de maneira polêmica. O lance concluído de cabeça por Rodrigo Dourado demorou até ser validado. Segundo o volante do time gaúcho, o árbitro relatou que o VAR não conseguiu utilizar as linhas que definem impedimento. A CBF apura a situação. O jogo acabou 2 a 0 para o Colorado.

"Não sei o que aconteceu. Eu acabei fazendo o gol, e o juiz falou que eles (VAR) não estavam conseguindo fazer a linha lá em cima, por isso demorou um pouco. Mas eu estava numa posição legal, e o gol foi bonito", disse Dourado, na saída de campo.

A jogada aconteceu aos nove minutos do primeiro tempo. Um cruzamento de Moisés em cobrança de falta encontrou Dourado, que colocou na rede de cabeça. Houve demora até o reinício da partida, com jogadores aguardando se o gol seria ou não validado.

A reportagem do Premiere, que transmite a partida, informou que as linhas de impedimento utilizadas pelo árbitro de vídeo estariam "descalibradas" e que por isso prevaleceu a decisão do árbitro de campo, com gol validado.

Ao UOL Esporte, a assessoria de comunicação da CBF informou que apura a situação e que por enquanto não haverá pronunciamento oficial sobre o assunto.

O protocolo de utilização do VAR prevê que irá prevalecer a decisão de campo quando houver qualquer falha ou análise inconclusiva na decisão do vídeo.

O Vasco ainda teve um pênalti no segundo tempo, mas Cano desperdiçou. No fim da partida, Galhardo marcou o segundo e o Inter venceu, mantendo a liderança do Brasileiro, com 69 pontos.