PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Menon: pênalti batido pelo Rony parecia a posição de garça do "Karatê Kid"

Do UOL, em São Paulo

11/02/2021 19h28

Classificação e Jogos

Após o empate sem gols no tempo normal, o Palmeiras perdeu para o Al Ahly, do Egito, nos pênaltis, na disputa pelo terceiro lugar do Mundial de Clubes, com o atacante Rony desperdiçando logo a primeira cobrança. O palmeirense esperou o goleiro, mas acabou chutando fraco, no canto de El-Shenawy, que defendeu sem dificuldades.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com os jornalistas Isabella Ayami, Menon, Danilo Lavieri e André Rocha —, Menon critica a cobrança de Rony e cita o bailarino Mikhail Baryshnikov, além do personagem Daniel Larusso, do filme "Karatê Kid", na comparação com a forma como o jogador do Palmeiras foi para a bola.

"Aquele ali eu chamo do pênalti Baryshnikov [ex-bailarino russo], é muito pelo zagueiro do Coritiba, o Sabino, parece também aquela posição da garça do "Karatê Kid". O cara vai e dá um pulo para o alto, e a hora em que ele volta, chuta", diz Menon.

"É muita enrolação ali, eu gosto de pênalti que é uma pancada. Tinha um treinador em Aguaí, na minha cidade, que falava assim: 'tem que chutar forte e alto no canto que o goleiro não está'. Então, acho que tem que buscar isso, uma pancada, e os caras brincam muito", completa.

O jornalista afirma que a cobrança de Luiz Adriano não foi ruim, embora a bola tenha ido para fora do gol, além de elogiar a defesa de Weverton na cobrança de Amer Al-Sulaya.

"O [pênalti] do Luiz Adriano, eu achei que — até pode parecer uma besteira o que eu vou falar —, mas achei que ele cobrou bem. Tirou totalmente o goleiro, mas saiu um pouquinho demais. O do Felipe, acho que ele deu toda a pinta do que iria fazer, que a bola iria ser ali, e o goleiro muito bom parou", diz Menon.

"Dos pênaltis, o que eu achei mais impressionante foi a defesa do Weverton. Como é bom esse goleiro. Acho que é um dos dois maiores goleiros do Brasil, sem dúvida, incluindo o Alisson. Os dois são os maiores goleiros do Brasil no momento. A defesa dele foi fantástica", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol