PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Lavieri: Weverton é um jogador que sai maior do Mundial, talvez o único

Do UOL, em São Paulo

11/02/2021 19h08

Classificação e Jogos

O Palmeiras se despediu do Mundial de Clubes sem marcar gols, mas também sem ser vazado mais do que uma vez graças à boa participação do goleiro Weverton. O arqueiro fez defesas importantes contra o Tigres e voltou a jogar bem contra o Al Ahly, defendendo um pênalti na decisão pelo terceiro lugar, vencida pelo clube egípcio.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com os jornalistas Isabella Ayami, Menon, Danilo Lavieri e André Rocha —, Lavieri destaca a participação do goleiro e diz que talvez ele seja o único jogador do Palmeiras que sai maior do que entrou na campanha em Doha.

"O Weverton é um jogador que, apesar do fraco desempenho do Palmeiras no geral, consegue sair maior do Mundial. Acho que talvez [seja] o único. Porque, de fato, ele é muito bom mesmo. Ele já salvou o Palmeiras de perder muito antes do pênalti do Gignac [na semifinal], quase pegou o pênalti, e hoje foi o que deu sobrevida ao Palmeiras", diz Lavieri (no vídeo a partir de 41:32).

"O Weverton ali dando sobrevida ao Palmeiras, pegou um pênalti que foi muito no canto, aquela bola provavelmente entraria na lateral da rede, na bochecha da rede, como falam. É muito difícil pegar a bola ali e o Weverton pegou. É um jogador que sai maior do que chegou ao Mundial", completa.

O jornalista diz que as atuações do goleiro na temporada fazem com que torcedores do Palmeiras coloquem em discussão sua comparação com Marcos, ídolo do clube e destaque do time campeão da Libertadores de 1999.

"Já tem até uma constante discussão entre palmeirenses quem é melhor goleiro entre ele e o Marcos. O próprio Marcos já falou de não deixar mais a camisa 12 aposentada. É uma boa discussão, porque o Weverton realmente está jogando muita bola e merece toda a confiança, merece ter sido chamado tantas vezes para a seleção e já foi até titular recentemente", diz Lavieri.

Em relação aos pênaltis desperdiçados pelo Palmeiras contra o Al Ahly, com duas defesas do goleiro El-Shenawy nas cobranças de Rony e Felipe Melo, além de um chute para fora de Luiz Adriano, o jornalista afirma que a de Rony foi a pior de todas.

"Dos pênaltis, acho que o pior, disparado, foi o Rony. Para mim, foi muito pior que os outros. Ele deu paradinha, andou 300 metros antes de bater e bateu muito mal, talvez por estar muito nervoso, mas foi muito mal e, quando ele correu, todo mundo já sabia que ele iria perder", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol