PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Sampaoli deseja Olympique, e diretoria do Atlético-MG pensa em substituto

Diretoria do Atlético-MG não vê problema em rescindir com Sampaoli caso Olympique de Marselha oficialize proposta - Alessandra Torres/AGIF
Diretoria do Atlético-MG não vê problema em rescindir com Sampaoli caso Olympique de Marselha oficialize proposta Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Guilherme Piu e Eder Traskini

Do UOL, em Belo Horizonte e Santos

09/02/2021 04h00

O namoro do Olympique de Marselha com Jorge Sampaoli já promete uma maior aproximação entre as partes. Isso, se depender do que deseja o treinador e caso o clube francês espere o técnico argentino se desligar do Atlético-MG.

Segundo apurou o UOL Esporte, a diretoria atleticana já sabe do interesse do Olympique pelo argentino. O próprio Sampaoli já disse aos franceses que tem interesse em se transferir para a Europa. No entanto, para que isso aconteça, é preciso terminar o Campeonato Brasileiro e que haja o pagamento de uma multa contratual.

Desde o começo do ano, para tirar Sampaoli do Atlético-MG é preciso pagar uma multa que gira em torno de R$ 8,06 milhões (equivalente a US$ 1,5 milhão). Esse valor era maior em 2020, mas caiu consideravelmente por 2021 ser o último de contrato do treinador com o clube alvinegro.

Em conversa com uma fonte próxima a Jorge Sampaoli, o UOL ouviu que o treinador gostaria que o Olympique Marselha o esperasse pelo menos até o fim do Brasileirão. E que se sair do Galo, Sampaoli iria a outro clube com a sensação de dever cumprido, já que fez na visão dele próprio "uma boa temporada".

A imprensa francesa já fala também do interesse mútuo, Sampaoli e Olympique de Marselha, para que o treinador comande o clube europeu ainda em 2021. No entanto, não há negociação aberta, pelo menos no momento.

"Conforme noticiado recentemente em diversos meios de comunicação, Jorge Sampaoli ainda quer terminar a temporada no Brasil, com o Atlético Mineiro, seu atual clube, terceiro em um campeonato que termina no final de fevereiro. Portanto, uma chegada a Marselha não ocorreria antes de março", diz parte de uma reportagem publicada pela RMC Sport, da França.

O atual presidente atleticano, Sérgio Coelho, já disse em outras oportunidades que tinha o interesse em renovar com Sampaoli até o fim de 2022. Entretanto, por causa desse interesse europeu, as conversas para renovação ficaram um pouco estagnadas. O UOL tomou nota ainda que a diretoria do Galo não fará loucuras para manter Sampaoli, que é um treinador de custo alto para os cofres dos mecenas que bancam o departamento de futebol alvinegro. O argentino custará ao fim de seu contrato de dois anos mais de R$ 40 milhões ao Atlético-MG.

A diretoria alvinegra já teria em mente nomes para substituírem o treinador em caso de uma eventual saída antes do fim do contrato. Cuca, segundo apontou o jornal Hoje em Dia, é um desses. Tiago Nunes, ex-Athletico-PR e Corinthians, é outro. Renato Gaúcho corre por fora.

A mudança no comando técnico não mudaria o projeto audacioso que tem os investidores, que só nesta temporada contrataram o astro Hulk e o lateral esquerdo Dodô, ex-Sampdoria-ITA, Santos e Cruzeiro. Mais de R$ 200 milhões já foram injetados no Galo pelos mecenas, principalmente Rubens Menin e Rafael Menin.

Atlético-MG