PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atletas do futebol uruguaio pedem menos pressão após morte de Morro García

Morro García (Athletico) - FRANKLIN DE FREITAS/AE/AE
Morro García (Athletico) Imagem: FRANKLIN DE FREITAS/AE/AE

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/02/2021 21h45

A morte de Santiago García causou um grande impacto no universo futebolístico. Diante da expressividade que o fato tomou, um grupo de jogadores do futebol uruguaio fizeram um vídeo pedindo menos pressão aos jogadores. Para eles, os insultos e tormentos após as derrotas devem ser minimizados para evitar situações parecidas.

"Antes de começar a assistir a este vídeo, quero que responda a estas perguntas. Você faz tudo certo? Você sempre consegue os resultados que deseja? Você sempre ganha? Todos os seus dias são bons? Nós somos jogadores, mas antes de sermos jogadores de futebol somos pessoas, como você, como seus irmãos, como sua mãe ou seu pai. E cada mensagem que você deixa do anonimato me machuca, machuca nossas famílias e afeta a todos nós", dizia o começo do vídeo.

Entre os personagens estavam: Mathias Cardacio, do Defensor Sporting; Agustín Oliveros e Gabriel Neves, da Nacional, Cristian Rodríguez e Fabricio Formilano, de Peñarol; Guzmán Pereira, do Wanderers; Juan Alvez, do Fénix; Rubén Betancourt, do Rio Boston; Leandro Otermin, da Torque Municipal de Montevidéu; Andrés Rodales, da Rentistas; Pablo Lacoste, do Cerro; Matías Jones, do Danubio; Emiliano Alfaro, de Liverpool; Matías Arezo, de River e Fabricio Fernández, de Progreso.

Finalizando o alerta, eles pediram: "Porque, como você, eu sou uma pessoa. Somos humanos, temos sentimentos. Portanto, desta vez, pedimos que antes de nos insultar, assediar ou discriminar porque tivemos um dia ruim, pare um minuto para refletir. Você está sofrendo, você está machucando a nós e aos nossos. Vamos cuidar uns dos outros. Vamos ser responsáveis."

O jogador, carrasco do Palmeiras em 2009, na Libertadores e com passagem rápida pelo Athletico-PR, foi encontrado morto em sua casa, no último sábado, 6, em Mendonza, na Argentina.

Futebol