PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Weverton relata insônia antes da semifinal: "não dormi a noite inteira"

Weverton, goleiro do Palmeiras, faz defesa impressionante em lance de Gignac - FIFA/FIFA via Getty Images
Weverton, goleiro do Palmeiras, faz defesa impressionante em lance de Gignac Imagem: FIFA/FIFA via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

07/02/2021 17h45

Classificação e Jogos

Um dos melhores jogadores em campo pelo Palmeiras, o goleiro Weverton descreveu a insônia que enfrentou antes da partida contra o Tigres, pela semifinal do Mundial de Clubes, em Doha, no Catar. Em entrevista após a derrota por 1 a 0, ele revelou as dificuldades para conseguir dormir, mas fez questão de ressaltar que "não é desculpa" pelo resultado alcançado.

"Para ser bem sincero para ti, ontem eu fui dormir era 9h da manhã, não dormi a noite inteira, alguns dos companheiros também. Isso não é desculpa, mas lógico a gente sabe o quanto é importante para o atleta conseguir dormir, eu não dormi bem", afirmou Weverton, que citou outras dificuldades enfrentadas durante a semana, como o desgaste da viagem:

"Não é fácil, viajar tanto tempo, seis horas de diferença, demora um tempo para se adaptar, mas faz parte, o importante é que lutamos e vamos pensar agora no próximo jogo".

Sobre a derrota, Weverton acha que o Palmeiras fez um bom primeiro tempo, mas "se assustou" quando o Tigres começou a chegar. Para o goleiro, o gol no começo do segundo tempo obrigou o time a se expor mais e, assim, deu mais espaço ao adversário.

"A gente sabia que ia ser difícil, que ia ser complicado, mas acho que a equipe fez o melhor que podia fazer. Temos que dar continuidade ao trabalho, trabalho é muito bom e infelizmente o objetivo não foi alcançado, mas continuamos, seguimos com nosso trabalho que está sendo feito da melhor forma possível", destacou.

Apesar da derrota na semifinal, o Palmeiras ainda tem a disputa do terceiro lugar na quinta (11), contra o derrotado da outra semifinal, entre Bayern e Al Ahly. Quando regressar, o time ainda tem a disputa da Copa do Brasil, contra o Grêmio, no final do mês.

Palmeiras