PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sem Neymar, IFFHS faz seleção da década com apenas um brasileiro

Neymar ficou de fora da seleção dos melhores da década - Simon Stacpoole/Offside/Offside via Getty Images
Neymar ficou de fora da seleção dos melhores da década Imagem: Simon Stacpoole/Offside/Offside via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/01/2021 20h04

Nesta semana, a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) vem lançando seleções dos melhores jogadores e jogadoras da década. E entre os 11 selecionados para a seleção mundial, nada de Neymar e Brasil no setor ofensivo: o representante brasileiro foi apenas o lateral-esquerdo Marcelo.

Liderando o número de indicados à seleção da década, a Alemanha conta com três jogadores: Manuel Neuer, no gol, Philipp Lahm, na lateral direita e o volante Toni Kross. Em seguida, vem a Espanha, com o zagueiro Sergio Ramos e Andrés Iniesta no meio de campo.

A seleção fica completa com o holandês Virgil Van Dijk na zaga, e os últimos quatro melhores do mundo, com Luka Modric, da Croácia pelo meio e o trio de ataque formado por Cristiano Ronaldo, Robert Lewandowski e Lionel Messi.

Representante brasileiro da lista, Marcelo ganhou quatro Champions League e quatro Mundiais de Clubes pelo Real Madrid, além de ter colecionado prêmios individuais e indicações à seleção do ano da Fifa.

Já Neymar, apesar de ser considerado por muitos o melhor jogador brasileiro da última década, não apareceu na lista da IFFHS. O camisa 10 do PSG chegou a disputar o prêmio de melhor do mundo com Messi e Cristiano em duas oportunidades, em 2015 e 2017, ficando em terceiro lugar em ambas premiações.

Seleção - Reprodução - Reprodução
Seleção do IFFHS dos melhores jogadores da década
Imagem: Reprodução

Futebol