PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após mandar Lukaku 'fazer vodu', Ibra diz que 'não há lugar para racismo'

Lukaku e Ibrahimovic durante o clássico entre Milan e Inter de Milão - Reprodução / DAZN
Lukaku e Ibrahimovic durante o clássico entre Milan e Inter de Milão Imagem: Reprodução / DAZN

Do UOL, em são Paulo

27/01/2021 10h47Atualizada em 28/01/2021 12h27

Classificação e Jogos

Após dizer para Romelu Lukaku ir "fazer vodu", Zlatan Ibrahimovic disse que, em seu mundo, "não há lugar para racismo" e que "somos todos iguais". A ofensa de Ibra contra Lukaku aconteceu ontem, durante a partida entre Inter de Milão (2) e (1) Milan.

"No mundo do Zlatan não há lugar para o racismo. Somos todos da mesma raça - somos todos iguais! Somos todos jogadores, alguns melhores do que outros", escreveu o jogador, que também colocou um link para um vídeo onde duas crianças, uma negra e outra branca, se abraçam na rua.

As ofensas

"Chame sua mãe, vá fazer seus rituais de vodu de merda, burro", teria dito o sueco segundo o jornal italiano Gazzeta dello Sport.

Explica-se: a provocação de Ibrahimovic fez referência à ida de Lukaku ao Manchester United, em 2017. Na ocasião, o jogador estava prestes a renovar com o Everton, mas mudou de ideia após a sua mãe, de origem congolesa, tê-lo aconselhado supostamente depois de um ritual vodu.

Lukaku se revoltou com a frase e disparou contra o rival: "Quer falar da minha mãe? Por quê?", disse.

"F...-se você, você e sua mãe. Vamos conversar sobre a sua, sua mãe: é um p...", acrescentou.

A confusão se alongou até depois do fim do primeiro tempo. Lukaku tentou partir para cima de Ibra no caminho para o vestiário, mas foi contido pelos colegas.

Esporte