PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2020

Conmebol confirma premiação recorde e final da Libertadores para 191 países

Taça da Copa Libertadores no gramado do estádio do Maracanã - Divulgação/Conmebol Libertadores
Taça da Copa Libertadores no gramado do estádio do Maracanã Imagem: Divulgação/Conmebol Libertadores

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/01/2021 15h41

A final da Libertadores entre Palmeiras e Santos terá números recordes. A Conmebol confirmou hoje que a decisão será transmitida para um total de 191 de países pela primeira vez na história.

O número representa o maior do futebol sul-americano até hoje. Além disso, a partida será exibida em voos comerciais e em cruzeiros em acordo com a Sport 24.

Outro recorde confirmado é a cifra destinada ao campeão: 15 milhões de dólares (R$ 80,6 milhões na cotação atual). Somado ao valor arrecadado pela equipe campeã até a decisão, a quantia chega a 22 milhões de dólares (R$ 118,31 milhões).

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, comemorou os recordes mesmo em meio à pandemia do coronavírus.

"A Conmebol foi a única confederação do mundo que manteve os formatos de suas competições inalterados, com jogos de ida e volta e uma final única. Isso permitiu garantir a equidade esportiva aos clubes participantes e cumprir os compromissos com os patrocinadores e com milhões de torcedores no continente", destacou o dirigente.

Palmeiras e Santos se enfrentam pelo título continental às 17h (de Brasília) deste sábado (30). A final será disputada em jogo único, no Maracanã.