PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Acidente aéreo mata 4 jogadores e o presidente do Palmas

Allan Brito e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo

24/01/2021 11h06Atualizada em 24/01/2021 19h04

Um acidente aéreo matou hoje (24) o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, de 32 anos, e mais 4 jogadores do time: Lucas Praxedes, 23, Guilherme Noé, 28, Ranule, 27, e Marcus Molinari, 23. O comandante da aeronave, identificado até o momento apenas como "Wagner", também morreu na tragédia. A queda do avião ocorreu em Luzimangues, distrito do município de Porto Nacional, no Tocantins.

O grupo seguia para Goiânia, onde o Palmas tinha partida marcada para esta segunda-feira (25) contra o Vila Nova, pela Copa Verde. A CBF adiou o confronto em função da tragédia e divulgou uma nota se solidarizando com familiares das vítimas (veja a íntegra abaixo).

Segundo relatos de moradores próximos à região, o acidente fatal ocorreu por volta das 8h15, logo após a aeronave decolar, ainda próximo da cabeceira da pista da Associação Tocantinense de Aviação O avião pegou fogo tão logo tocou o chão e ficou completamente destruído, vitimando os seis integrantes do voo imediatamente.

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e membros do Instituto Médico Legal (IML) realizam trabalhos e prestam apoio no local.

Bombeiros atuam em acidente com avião que levava jogadores e presidente do Palmas Futebol Clube para Goiânia - Divulgação - Divulgação
Bombeiros atuam em acidente com avião que levava jogadores e presidente do Palmas Futebol Clube
Imagem: Divulgação

A aeronave pertencia à família de Lucas Meira. Seu pai, Adair, é fundador do Sistema Sagres de Comunicação.

O restante do grupo tinha embarque marcado para as 18h deste domingo. O clube informou que os quatro decolaram rumo à Goiânia com o presidente mais cedo em função de uma limitação do voo de mais tarde, uma vez que a CBF só disponibiliza 23 bilhetes aéreos para a delegação de cada clube. Com um efetivo de elenco e comissão técnica maior, o Palmas "dividiu" a equipe.

Lucas Meira, então presidente do Palmas (TO), durante conversa com o elenco no início deste ano - Divulgação/Twitter Palmas Futebol - Divulgação/Twitter Palmas Futebol
Lucas Meira, então presidente do Palmas (TO), durante conversa com o elenco no início deste ano
Imagem: Divulgação/Twitter Palmas Futebol

O clube tocantinense se manifestou brevemente (veja nota abaixo) e pediu orações pelos familiares. Prometeu prestar "os devidos apoios" e disse que voltará a se pronunciar no "momento oportuno".

O acidente também foi comentado pelo Vila Nova, que desejou consolo aos familiares. O clube vai pedir o adiamento da partida e prometeu que fará homenagem às vítimas no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano.

Jogadores com covid-19

Na terça-feira passada, dia 19, o Palmas informou que três jogadores estavam com covid-19. Todos estavam no avião que caiu: o goleiro Ranule, o lateral-esquerdo Lucas Praxedes e o zagueiro Noé. A diretoria do Palmas está reunida neste momento e, de acordo com o departamento de comunicação do clube, dará mais detalhes sobre o embarque dos atletas infectados até o final desde domingo.

Confira na íntegra a nota do Palmas Futebol Clube:

"O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar"

Confira na íntegra a nota da CBF:

"Consternada, a CBF se solidariza com as famílias das vítimas do acidente de avião que tirou a vida do Presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira; de quatro jogadores do clube: Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Marcus Molinari e Ranule; e do piloto da aeronave, o Comandante Wagner, na manhã deste domingo (24). Nossos sentimentos também vão para os familiares, todos os membros do clube e para a torcida do Palmas. Decretamos um minuto de silêncio nas partidas de hoje da Copa Verde de Futebol e do Brasileirão Assaí."

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado na primeira versão do texto, as vítimas faziam parte do Palmas Futebol e Regatas, e não do Palmas Futebol Clube. A informação foi corrigida.

Futebol