PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Brasileiro aflige Palmeiras por cansaço, mas pode preparar trio para final

Gustavo Gómez, durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol - Cesar Greco
Gustavo Gómez, durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

23/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

A dois jogos da final da Libertadores, o Palmeiras tem cuidado do desgaste de seus jogadores que disputam o Brasileirão e ainda vão jogar a decisão da Copa do Brasil. Prestes a viajar para Fortaleza, onde enfrentará o Ceará amanhã (24), Abel Ferreira deve mexer na escalação e tirar os atletas mais cansados. Os jogos do Brasileirão, porém, podem ajudar o técnico, pensando na decisão do dia 30, no Maracanã.

Três jogadores importantes voltaram recentemente do departamento médico: Gustavo Gómez fez o primeiro treino com o grupo ontem (22), após perder três partidas com uma lesão na virilha esquerda. Patrick de Paula e Gabriel Veron também estão recuperados de problemas na coxa esquerda.

Se para a maioria o foco é recuperá-los fisicamente pensando na final, o trio precisa de minutos para ter o ritmo de competição de volta antes do duelo com o Santos.

Os dois jogos até a decisão estão marcados para amanhã (24), contra o Ceará, às 16h, e na terça (26), contra o Vasco, no Allianz Parque. Ambos são válidos pelo Brasileirão. No dia seguinte (27), a delegação viaja para o Rio de Janeiro (RJ).

Dos três que estão voltando, Gómez é o jogador mais importante. Ele é o capitão do Palmeiras, um dos alicerces da equipe e o quinto com mais partidas na temporada (49). A ideia, a partir do momento em que se lesionou, sempre foi deixá-lo em condição para a decisão da Libertadores.

Patrick e Veron atuam com frequência, mas revezam entre a titularidade e banco. O meio-campista fez 41 partidas entre 2020 e este início de 2021 e começou jogando na vitória sobre o River Plate (ARG), enquanto Veron atuou 35 vezes .

Quando o técnico cita que planeja levar "máxima força" no jogo contra o Ceará, isso não significa que Abel escalará o time da final da Copa Libertadores. A ideia é sempre colocar a equipe mais inteira, mesmo que isso obrigue a fazer mudanças por ordem física.

O Núcleo de Saúde e Performance tem parte importante neste trabalho, passando dados das condições e desgaste dos atletas. Quem carrega uma carga mais elevada não joga. Como o português já repetiu praticamente toda a equipe nos confrontos contra Corinthians e Flamengo (só Mayke, suspenso, ficou fora na quinta), as mudanças devem ser maiores amanhã (24).

Com 51 pontos, o Palmeiras está na quinta posição do Brasileiro, a oito do líder Internacional, mas com um jogo a menos. De acordo com o matemático Tristão Garcia, o Verdão tem 3% de chances de terminar com o título nacional.

Palmeiras