PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'Eu me culpo por perder o gol na Libertadores 2012', diz Diego Souza

Cássio: Entrada do goleiro deu maior segurança à defesa corintiana, a melhor da competição. Foi fundamental para a vitória sobre o Vasco, quando evitou gol cara a cara com Diego Souza - Leandro Moraes/UOL
Cássio: Entrada do goleiro deu maior segurança à defesa corintiana, a melhor da competição. Foi fundamental para a vitória sobre o Vasco, quando evitou gol cara a cara com Diego Souza Imagem: Leandro Moraes/UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2021 11h03

Em grande fase no Grêmio, marcando seis gols nos últimos dez jogos, Diego Souza disse que é o culpado em um dos lances mais marcantes de sua longa carreira: o gol perdido diante do Corinthians de Cássio nas quartas de final da Copa Libertadores da América de 2012, quando o jogador atuava no Vasco - e ainda era meio-campista.

Diego Souza avaliou que Cássio fez, sim, uma grande defesa, mas ponderou que poderia ter carregado a bola até a linha da área antes de chutar. O atacante entende, no entanto, que não poderia mudar a forma de chutar, escolhendo um toque por cobertura ou driblar o goleiro corintiano.

"Eu me culpo por ter perdido o gol porque não pode perder um gol daquele em um jogo tão grande, mas do outro lado tem grandes profissionais e o dia foi dele. Eu durmo tranquilo até hoje porque estava confortável com minha escolha", disse o atacante do Grêmio em entrevista ao Resenha ESPN, que vai ao ar hoje, na ESPN Brasil, às 22h.

"Eu perdi (o gol contra o Cássio na Libertadores-2012). Eu perdi. Não tinha nada que eu pudesse fazer de diferente, só deixar a bola correr mais um pouquinho. Se eu chuto um pouco mais de perto, eu faço o gol. Se eu deixo andar mais um pouquinho, o Cássio não pega. Tem coisas que tem que acontecer", completou.

A partida marcada pelo gol perdido de Diego Souza era o jogo de volta das quartas de final da competição sul-americana. Após empate sem gols na ida, o Corinthians venceu no Pacaembu por 1 a 0, com gol de Paulinho, e avançou para as semifinais. O time paulista ainda superou Santos e Boca Juniors para se sagrar campeão do torneio.

Futebol