PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Diretor do Bota fechou após garantias financeiras e tem missões imediatas

Presidente Durcesio Mello e vice Vinicius Assumpção após eleição presidencial do Botafogo - Vitor Silva/Botafogo
Presidente Durcesio Mello e vice Vinicius Assumpção após eleição presidencial do Botafogo Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Alexandre Araújo e Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

22/01/2021 04h00

Anunciado, na noite de ontem (21), como novo diretor de futebol do Botafogo, Eduardo Freeland chega ao clube após a cúpula mostrar que o projeto apresentado é viável financeiramente e tem algumas missões mais imediatas.

Freeland, que tem passagens pela base do próprio Alvinegro, será um dos responsáveis pelo planejamento para a próxima temporada, incluindo a definição quanto ao futuro do gerente de futebol Tulio Lustosa e do técnico Eduardo Barroca, além de nomes do atual elenco.

O profissional sempre esteve na lista de desejo da diretoria, encabeçada por Durcesio Mello, e as negociações vinham acontecendo. Apesar do desejo mútuo entre as partes, segundo o UOL Esporte apurou, o acerto só foi possível após o Glorioso colocar à mesa e conseguir mostrar que o planejamento poderia ser cumprido mesmo diante das dificuldades financeiras que o clube atravessa.

Esse foi um ponto crucial para as tratativas andarem de maneira satisfatória. Freeland demonstrava preocupação quanto às condições de trabalho que encontraria, mas foi convencido de que a iniciativa poderá ir à frente.

A cúpula ainda avalia a chegada de mais um nome ao clube, para trabalhar juntamente a Freeland no departamento de futebol. Porém, há alguns obstáculos a serem ultrapassados para que tal desejo possa se concretizar.

Futuro de Barroca é incerto

Eduardo Barroca comanda o Botafogo no duelo com o Atlético-GO - Vitor Silva/Botafogo - Vitor Silva/Botafogo
Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Apesar de Durecio já ter demonstrado intenção na permanência de Barroca e Freeland já ter trabalho com o treinador nas categorias inferiores do Botafogo, o futuro ainda é incerto. Inclusive, não está descartada nem mesmo uma mudança antes do fim do Campeonato Brasileiro.

Em meio às conjecturas desenhadas, uma delas foi a saída do atual comandante e a promoção de Ricardo Resende, do sub-20, até o fim do torneio.

Botafogo