PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Alicia Klein: "O São Paulo vem cometendo os mesmos erros em todos os jogos"

Do UOL, em São Paulo

21/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

O São Paulo chegou à liderança do Campeonato Brasileiro com uma forma específica de jogar, mas não conseguiu manter o ritmo, perdeu três jogos e empatou um nos últimos quatro disputados e viu o Internacional virar o novo líder ao aplicar uma goleada por 5 a 1 no confronto direto em pleno estádio do Morumbi, novamente com gols originados em erros na saída de bola que é característica do time comandado por Fernando Diniz.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com os jornalistas Isabella Ayami, José Trajano e Menon —, Alicia Klein analisa os problemas do time do São Paulo, os erros recorrentes que causaram a perda da liderança e considera que a derrota de ontem (20) pode ter efeitos preocupantes para o torcedor são-paulino.

"Acho que à exceção do jogo do São Paulo contra o Atlético-MG, quando o time mostrou uma versatilidade, se adaptou ao jogo do Galo do Sampaoli, ele vem cometendo os mesmos erros em todos os jogos. E aí eu acho que é a parte que é vergonhosa e a parte que é preocupante para a torcida do São Paulo", afirma Klein.

"Tomar uma goleada de um grande rival, que era o vice-líder do campeonato, hoje o líder do campeonato, vinha embalado de seis vitória seguidas, entrando na sétima, esses acidentes acontecem, o que não pode acontecer é você repetir os mesmos erros todas as rodadas e essa saída de bola do São Paulo, essa 'saidinha' que eu sempre achei profundamente irritante e não vem funcionando, quando você toma o segundo, o terceiro e o quarto gol, no jogo contra o Bragantino foi a mesma coisa, ele não acerta o time e aí eu acho que é um problema do técnico", completa.

A jornalista lembra que a diferença entre São Paulo e Internacional chegou a ser de 12 pontos e chama a atenção para o fato de o time não conseguir a correção dos erros cometidos justamente em um período no qual disputa apenas o Brasileirão, com tempo para treinar e ajustar os problemas, mas não vendo melhora dentro de campo

"Altos e baixos é normal, o campeonato está embolado, mas o São Paulo tinha 12 pontos de diferença para o Inter em um determinado momento e hoje está dois pontos atrás, com outros três times na disputa e, se a gente estivesse falando de um time que está jogando três campeonatos ao mesmo tempo e não tem tempo para treinar, jogando três jogos por semana e não conseguir fazer essa operação, é uma coisa, você está com a questão física prejudicada, não é o caso do São Paulo, o São Paulo já está há várias semanas só com o Campeonato Brasileiro, a única coisa que o São Paulo tinha que fazer era manter uma liderança construída e não consegue", afirma Klein.

"De que adianta essa posse de bola do São Paulo se você precisa muito da posse de bola para construir uma jogada e você comete erros todos os jogos graves, e o Daniel Alves é um deles. Então eu acho que a preocupação não é só pelo resultado, que é humilhante e por ser um rival direto, é um resultado que prejudica muito a briga do São Paulo, mas é pela forma que o São Paulo vem perdendo, que é insistindo nos mesmos erros. Essa falta de versatilidade do Diniz que vai ficando cada vez mais clara", completa.

A jornalista também cita a reunião que o elenco do São Paulo teve durante a semana com Muricy Ramalho, novo coordenador técnico do clube, e a conclusão de que o problema tem sido a falta de confiança, e questiona como fica a situação depois de uma derrota como a sofrida para o Inter.

"Acho que realmente a situação dele [Diniz] dentro do São Paulo fica insustentável e, falando no Muricy, parece que fizeram uma reunião lá e fizeram um diagnóstico da equipe de que o problema era realmente a falta de confiança. Como é que você conserta uma falta de confiança depois de tomar um 5 a 1 desse? Fica uma situação bem complicada mesmo para o Tricolor", conclui.

O Fim de Papo volta a ser apresentado nesta quinta-feira, com Luiza Oliveira, Renato Maurício Prado, Danilo Lavieri e Débora Miranda após o jogo entre Flamengo e Palmeiras e a partida entre Corinthians e Sport.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol