PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jesus se diz assustado com covid no Benfica e revela três testes no dia

Jorge Jesus, durante jogo do Benfica - Gualter Fatia/Getty Images
Jorge Jesus, durante jogo do Benfica Imagem: Gualter Fatia/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/01/2021 20h58

Não é a só a eliminação para o Braga na Taça da Liga de Portugal que preocupa Jorge Jesus no Benfica. O surto de covid-19 que a equipe vem enfrentando nos últimos dias também tem sido motivo de alerta para o ex-técnico do Flamengo.

Após a derrota por 2 a 1 na tarde de hoje, Jesus disse estar assustado com o futuro da equipe em meio aos casos de coronavírus. Ao menos 17 pessoas contraíram a doença nos últimos dias.

"Não queria falar muito sobre isso [covid] porque dá a sensação de que estaria a me desculpar de alguma coisa. Nós, o povo português, não o Benfica, estamos a atravessar uma coisa muito difícil. 200 pessoas morrerem por dia dói o coração de qualquer português. Não morreu ninguém na estrutura do Benfica, mas em uma semana tivemos 26 casos. Tive de dar treinos separados, não nos podíamos encontrar, não houve ambiente. Era como se houvesse um problema numa família em que todos têm de estar separados", disse.

"Nas últimas semanas tínhamos o grupo restabelecido mas esta semana tivemos um surto muito complicado (...) Futuro? Claro que me assusta. Já são 18 jogadores que tiveram este problema e não sei o que vai acontecer daqui para a frente. Da minha equipe técnica sou o único que não está infetado. Tem sido complicado. É complicado emocional e psicologicamente gerir uma família que não se pode encontrar", acrescentou.

Jorge Jesus falou ainda como tem sido a rotina no clube em meio ao surto de covid. O treinador revelou que chegou a fazer três testes em um mesmo dia, todos com resultado negativo.

"Tem sido difícil ver os que ficam de fora. Num dia fiz três testes, felizmente foram negativos, não sinto nada, sinto-me bem. Mas ando ali no meio de todos, isto vai tocar a todos. Sou o único da equipa técnica que ainda não foi infetado. Espero não ser", destacou.

A queda na Taça da Liga de Portugal foi a terceira consecutiva de Jorge Jesus em sua volta ao Benfica. Antes, o time de JJ foi eliminado na fase preliminar da Liga dos Campeões pelo PAOK, e na Supertaça de Portugal pelo Porto. No Campeonato Português, o time é o terceiro, atrás de Porto e Sporting.

O retrospecto é bem diferente do alcançado por Jesus no Flamengo, onde conquistou cinco títulos. A Libertadores e o Campeonato Brasileiro, em 2019, e a Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Campeonato Carioca, em 2020.

Esporte