PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dudu é inocentado em inquérito de acusação de agressão à ex-mulher

Dudu em ação com a camisa do Al Duhail pela Liga dos Campeões Asiática  - Simon Holmes/Getty Images
Dudu em ação com a camisa do Al Duhail pela Liga dos Campeões Asiática Imagem: Simon Holmes/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/01/2021 16h06

O atacante Dudu, ex-Palmeiras e atualmente no Al-Duhail, do Catar, foi inocentado em inquérito de acusação de agressão à ex-mulher, Mallu Ohanna. A decisão foi tomada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) na última terça-feira.

No documento assinado pela delegada Adonilza Lopes de Oliveira, responsável pela da 9ª Delegacia de Defesa da Mulher, a conclusão foi de que não houve evidências de agressão por parte do jogador.

"Diante do que se apurou, no curso das investigações, com fulcro na análise técnico-jurídica preconizada no artigo 2°, §6°, da Lei 12.830/2013, impele concluir que não há elementos para o indiciamento de Eduardo Pereira Rodrigues."

O inquérito também apontou alguns depoimentos contraditórios por parte de Mallu para justificar a decisão.

Em novembro do ano passado, um laudo pericial feito pelo Instituto de Criminalística de São Paulo já havia concluído que não havia provas o suficiente para comprovar as acusações de Mallu Ohana contra Dudu por agressão física feitas por ela. A análise levou em conta os vídeos do sistema de segurança do condomínio do atacante.

Na ocasião, o laudo apontou que Dudu, na verdade, foi agredido e não agrediu ninguém de acordo com as provas apresentadas por sua ex-esposa.

Em junho de 2020, Mallu Ohanna acusou Dudu de agressão. Ela relatou ter sofrido socos na cabeça, na região do peito e puxões de cabelo durante um encontro na garagem da casa da mulher.

Dudu já foi preso em 2013 após acusação de Mallu e sua ex-sogra. Ele pagou fiança e, em 2015, fez acordo para prestar serviços comunitários.

Futebol