PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Mesmo irregular, Flu tem desempenho de classificados à Libertadores com G-8

Fluminense venceu o Sport no Brasileirão; com G-8, desempenho é de classificado à Libertadores - Mailson Santana/Fluminense FC
Fluminense venceu o Sport no Brasileirão; com G-8, desempenho é de classificado à Libertadores Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

18/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Campeonato Brasileiro se aproxima do fim e o Fluminense segue firme na luta por uma vaga na próxima Libertadores. E apesar da irregularidade, com 46 pontos, o Tricolor repete o desempenho de classificados para a competição com G-8.

A disputa entre equipes no topo da tabela na Copa do Brasil somada à definição da final brasileira na Libertadores fez o Brasileirão ganhar mais duas vagas para a próxima edição da competição continental — isto é, desde que Santos, Palmeiras e Grêmio, equipes envolvidas nas decisões, estejam no bloco dos oito primeiros.

Com o G-6 provavelmente virando G-8, a notícia boa para o Flu é que o atual aproveitamento de 51% foi suficiente em todas as vezes em que o Campeonato Brasileiro destinou oito vagas à Libertadores.

Mais do que isso: na 30ª rodada, as equipes que tinham 46 pontos nas últimas três edições do Brasileirão — todas acabaram com G-8 — se classificaram para a maior competição de clubes do continente, que o Tricolor não disputa desde 2013.

Após bater o Sport sábado no Nilton Santos (1 a 0), o Fluminense voltou a alcançar pontuação e aproveitamento de classificado à Libertadores, além de somar os mesmos pontos da boa campanha no 1º turno.

Na 30ª rodada de 2017, o Flamengo tinha a mesma pontuação e era o 7º colocado. O Rubro-Negro acabou na 6ª posição, com 56 pontos, e foi à Libertadores.

Na mesma altura do Brasileirão de 2018, o Atlético-MG tinha os mesmos 46 pontos e era o 6º colocado. O Galo acabou na mesma posição, com 59 pontos e disputou a maior competição de clubes do continente na temporada seguinte.

Na temporada passada, em 2019, ao fim da 30ª rodada, Athletico e Internacional empatavam com 46 pontos na 6ª e 7ª posição, respectivamente. Os dois clubes disputaram a Libertadores em 2020 após encerrarem suas participações no Campeonato Brasileiro com 64 e 57 pontos, o que deu a 5ª e 7ª colocação, respectivamente, a Furacão e Colorado.

Vivendo o maior jejum de participações na Libertadores entre os 12 grandes do país, o Fluminense já vê na atípica temporada de 2020 uma mudança: desde 2014 que o Tricolor não fica na parte de cima da tabela, e quase sempre brigando para não cair para a Série B a esta altura do campeonato. Os 46 pontos atuais já evitam qualquer chance de descenso, e o clube das Laranjeiras olha para cima.

De acordo com estudo do departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que calcula probabilidades no futebol brasileiro, o Flu tem 32% de chances de classificação para a Libertadores. As contas, entretanto, são referentes a uma classificação com G-6, o que torna, estatisticamente, a possibilidade do Tricolor voltar à competição em 2021.

Fluminense