PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Melhora da defesa foi ponto de partida para evolução do Corinthians

Yago Rudá

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

O bom momento do Corinthians nesta reta final de temporada passa pela melhora significativa do sistema defensivo, que sofreu apenas um gol nas últimas sete partidas. Depois de bater o Fluminense, por 5 a 0, na última quarta-feira, a equipe voltou a ter saldo positivo no Campeonato Brasileiro, o que não acontecia desde a 8ª rodada, disputada no início de setembro.

Sob o comando de Vagner Mancini, o Corinthians registra seus melhores números defensivos de toda a temporada e é a melhor defesa do returno, com apenas quatro gols sofridos. Desde a chegada do treinador, em outubro, a equipe fez 15 jogos e levou 12 gols (0,8 gols sofridos por partida), cinco deles apenas em um jogo, contra o Flamengo. Dali em diante, a média cai para 0,54.

"A partir do momento em que nós chegamos tínhamos como meta reorganizar a equipe, e para isso tínhamos que mexer no plano tático. Quando você olha para uma equipe você tem que primeiro arrumar o sistema defensivo. Se você arruma o sistema ofensivo na frente, você não consegue equilibrar as coisas", explicou Mancini ao ser questionado sobre a melhora de sua equipe.

A título de comparação, com Tiago Nunes, entre os meses de janeiro e setembro do ano passado, o Corinthians entrou em campo em 28 oportunidades e sofreu 28 gols. Já com o interino Dyego Coelho, responsável pelo comando técnico do Timão em sete rodadas no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, a média de gols sofridos foi de 1,14 por partida.

Para conseguir reduzir o número de gols sofridos, Mancini contou com a contratação do lateral Fábio Santos, que estava encostado no Atlético-MG,e a melhora individual de três nomes importantes do elenco: o zagueiro Gil, o lateral Fagner e o volante Gabriel. Além disso, o treinador também ganhou o reforço de Jemerson, que hoje ganhou a vaga do uruguaio Bruno Méndez.

A mudança do sistema tático, com os volantes responsáveis pela proteção dos zagueiros e os atacantes de beirada de campo ajudando na recomposição da marcação, ajudaram o Corinthians a mostrar bons números e subir na tabela. Hoje, com os ajustes, a equipe está com 5 gols de saldo positivo, o que foi determinante para conquistar a oitava colocação na tabela e ultrapassar o Santos na briga pela vaga à Copa Libertadores 2021.

"O que aconteceu no Corinthians foi que nós atacamos a parte defensiva primeiro, ajustamos o meio de campo, chegamos na parte ofensiva e, consequentemente, a equipe passou a jogar melhor", sentenciou Mancini, que ainda não está completamente satisfeito com o rendimento de sua equipe, embora admita melhora.

Corinthians