PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Botafogo tem pressa e procura diretor de futebol para iniciar reformulação

Presidente Durcesio Mello e vice Vinicius Assumpção após eleição presidencial do Botafogo - Vitor Silva/Botafogo
Presidente Durcesio Mello e vice Vinicius Assumpção após eleição presidencial do Botafogo Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Alexandre Araújo e Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

15/01/2021 04h00

Apesar de mudanças mais drásticas no departamento de futebol estarem programadas apenas após o fim do Campeonato Brasileiro, a nova diretoria do Botafogo já se movimenta e analisa diretrizes para o acerto com um diretor para a pasta. Além de assuntos mais urgentes visando a próxima temporada, há a ideia também que o profissional possa se encaixar no propósito de realizar processo ainda mais refinado na integração das categorias de base com o elenco principal.

A cúpula estuda também a possibilidade de, além do diretor, mais um nome chegar a General Severiano para um trabalho complementar, mas para o assunto avançar ainda há questões financeiras a serem postas à mesa.

O plano é que o novo diretor possa chegar com tempo para alinhar os próximos passos da pasta, definindo o futuro do gerente Túlio Lustosa, do técnico Eduardo Barroca e do elenco. Um pensamento inicial da diretoria aponta para uma permanência do treinador, mas o horizonte do gerente ainda é uma incógnita.

Posteriormente, a intenção é que o Alvinegro consiga ter frutos dentro e fora de campo com algumas mudanças no que diz respeito à ligação dos jovens jogadores com os profissionais. Em pauta também a busca por uma identidade, conseguindo aplicar uma forma de jogo mais unificada para recuperar o DNA do clube.

Segundo o UOL Esporte apurou, a cúpula trata o assunto com moderação, mas já há conversas nos bastidores. Há, entre os cotados, inclusive, nomes que já tiveram passagem pelo clube em um passado não muito distante.

Enquanto isso, o Botafogo contratou a Exec para a definição do CEO. A empresa já começou processo seletivo e deve entregar uma lista tríplice ao clube ao fim do mês. A função é considerada essencial para que se possa colocar em prática uma gestão mais profissional, uma das bandeiras de campanha de Durcesio Mello.

Mudanças na base

Nos últimos anos, as categorias de base do Alvinegro passaram por grandes alterações e evoluíram. Além de títulos conquistados, houve também aumento na utilização de jogadores criados no clube no time profissional.

Atualmente, o técnico Eduardo Barroca, que também já trabalhou na base do Glorioso, conta com os goleiros Saulo e Diego, os zagueiros Marcelo Benevenuto, Kanu, Helerson e Sousa, os laterais Lucas Barros e Hugo, o volante Caio Alexandre, os atacantes Rafael Navarro, Rhuan e Matheus Nascimento.

Botafogo