PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arrepiado, Soteldo lembra problemas no Santos e diz: "Quem manda somos nós"

Soteldo em ação durante Santos x Boca Juniors na semifinal da Libertadores - Sebastiao Moreira-Pool/Getty Images
Soteldo em ação durante Santos x Boca Juniors na semifinal da Libertadores Imagem: Sebastiao Moreira-Pool/Getty Images

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

13/01/2021 22h13

Escolhido como o melhor jogador da noite pela Conmebol na vitória por 3 a 0 contra o Boca Juniors, na Vila Belmiro, pelo segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores da América, Soteldo recordou os muitos problemas que o Santos teve nesta temporada.

Mesmo com o surto de covid-19 no elenco, a falta de contratações e a sequência desgastante que o Peixe teve, o atacante viu o elenco unido e agradeceu a todos pela classificação à final, que será contra o Palmeiras, no Maracanã, em 30 de janeiro.

"Me arrepia. A gente passou por muita coisa no começo do ano, mas Deus compensou hoje tudo o que a gente vem fazendo. É agradecer a Deus por esse prêmio que a gente ganhou, trabalhamos para isso. Agora é trabalhar e pensar na final. Agradeço a esse grupo, merecemos a classificação hoje. Vamos comemorar tranquilos, todos juntos, trabalhamos para isso", disse.

O "pequeno polegar", como foi apelidado carinhosamente no Santos, deu uma cutucada nos argentinos após uma partida muito superior em casa.

"Feliz com o gol. Fiquei triste por não jogar contra o Grêmio, mas eu confiava nos meus companheiros. Esse time que a gente tem é muito forte. Na nossa casa, não são bem-vindos, não vão jogar, aqui quem manda somos nós", acrescentou.

Futebol